O quarto candidato, Emili Rousaud, também recolheu o número mínimo de assinaturas de sócios exigido (2.257), mas, durante o processo de validação das mesmas, acabou por “comunicar ao comité eleitoral do clube a intenção de se retirar”, informou o Barcelona, através do sítio oficial na Internet.

Joan Laporta, que foi presidente do Barcelona entre 2003 e 2010 e é considerado o principal favorito a vencer o escrutínio, recolheu 10.272 assinaturas (9.625 válidas), mais do que Victor Font (4.713) e Toni Freixa (2.634) juntos.

As eleições no Barcelona estão agendadas para 24 de janeiro, mas poderão ser adiadas devido à pandemia de covid-19.

Em outubro do ano passado, o presidente Josep Maria Bartomeu apresentou a demissão do cargo e, desde então, o clube catalão tem sido dirigido por uma comissão de gestão, liderada por Carles Tusquets.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.