Portugal venceu a congénere da República Checa, por 2-0, na quinta-feira, no Estádio José Alvalade, em Lisboa, e, como costuma ser habitual, os titulares nessa partida não subiram ao relvado principal da Cidade do Futebol, em Oeiras, no dia seguinte ao jogo.

Assim, foram apenas 15 os futebolistas que trabalharam sob as ordens do selecionador Fernando Santos, sendo que, nos 15 minutos do apronto abertos aos jornalistas, os 13 jogadores de campo realizaram os habituais exercícios com bola, enquanto Rui Patrício e Rui Silva fizeram trabalho específico junto de uma das balizas, em dia de muito calor.

Após três de seis rondas, Portugal lidera o agrupamento, com sete pontos, à frente da Espanha, com cinco, da República Checa, com quatro, e da Suíça, sem qualquer ponto.

O segundo duelo da ‘poule’ entre Portugal e Suíça está agendado para domingo, pelas 20:45 (19:45 em Lisboa), em Genebra, com a arbitragem a cargo do croata Fran Jovic.

A fase final da terceira edição da Liga das Nações realiza-se entre 14 e 18 de junho de 2023, com a presença dos vencedores dos quatro grupos da Liga A, enquanto os últimos de cada um dos agrupamentos descem à Liga B da recente prova continental.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.