Com três jornadas disputadas no campeonato alemão, os bávaros já lideram isolados, com o pleno de nove pontos, enquanto a equipa de Gelsenkirchen, cidade onde o FC Porto foi campeão da Europa em 2004, acumula desaires nos três jogos.

O campeão português é o primeiro a entrar em prova regressando a um palco onde já foi feliz e reencontrando um adversário que se depara com um início de época invulgar, uma vez que os pupilos de Domenico Tedesco ainda só perderam: por 2-1 no Wolfsburgo, 0-2 em casa com o Hertha Berlim e 2-1 na visita ao Borussia Moenchengladbach.

Sabendo que a ‘champions’ é uma prova de motivações bem diferentes – pelo prestígio e dinheiro - os ‘dragões’ têm boa oportunidade de conquistar ânimo extra, até porque 2018/19 não está a começar da forma ideal, com um par de resultados atípicos.

A equipa de Sérgio Conceição está longe da exuberância e consistência da época passada, com reflexos nos resultados, pelo que vencer na Alemanha pode ser um bom tónico, até porque o ‘clássico’ na Luz com o Benfica, do campeonato luso, é já a 07 de outubro.

No outro encontro do grupo D, os turcos do Galatasaray recebem os russos do Lokomotiv Moscovo, equipa de Manuel Fernandes e Éder, que tentarão contrariar a ideia de serem o ‘brinde’ do sorteio da ‘liga milionária’.

O Benfica chega a um desafio importante com boa rodagem – teve de defrontar os turcos do Fenerbahçe e os gregos do PAOK na fase preliminar, quatro jogos ‘extra’ – que pode aproveitar para tentar surpreender o Bayern Munique, do seu antigo ‘menino-bonito’ Renato Sanches.

Os ‘encarnados’ partilham o comando da Liga portuguesa com Sporting e Sporting de Braga e jogam com o peso do favoritismo do rival, uma vez que os clubes portugueses estão longe de se poder bater com os mesmos recursos financeiros dos alemães.

Os holandeses do Ajax e os gregos do AEK de Atenas disputam o outro encontro do grupo E.

Na ‘poule’ H, o Manchester United entra em campo em casa dos suíços do Young Boys, confiando que um triunfo pode ajudar a fazer esquecer alguns desaires da equipa de José Mourinho na Liga inglesa.

Mais difícil poderá ser a missão da Juventus. A equipa de Cristiano Ronaldo e João Cancelo joga no terreno do Valência, de Gonçalo Guedes, apesar de o conjunto ‘che’ andar à deriva, com somente três pontos em quatro jogos no campeonato.

O campeão inglês, o Manchester City, de Bernardo Silva, recebe o Lyon, de Anthony Lopes, num quarteto (F) composto igualmente pelos ucranianos do Shakhtar Donetsk, comandado por Paulo Fonseca, e os alemães do Hoffenheim.

Leonardo Jardim está a ter dificuldade em pôr o Mónaco na rota certa, e receber o Atlético de Madrid, de Gelson Martins, poderá ajudar a elevar o moral ou esmorecê-lo ainda mais. Na outra partida do grupo A, os belgas do Club Brugge defrontam o Borussia Dortmund, de Raphael Guerreiro.

A ronda reserva um sempre emotivo Liverpool-Paris Saint Germain, com os vice-campeões da Europa a testarem a ambição do pretendente gaulês, enquanto Estrela Vermelha e Nápoles espreitam pelo ensejo de surpreenderem no grupo C.

No B, o FC Barcelona será testado pelo PSV Eindhoven e no outro embate o Inter Milão será anfitrião do Tottenham, emblemas já com várias frustrações nas competições internas.

Real Madrid e Roma medirão forças na ‘poule’ G, na qual os checos do Viktoria Plzen e os russos do CSKA Moscovo dificilmente terão expectativas à qualificação.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.