Numa cerimónia realizada numa unidade hoteleira de Lisboa, o presidente da Liga, Pedro Proença, e a administradora do grupo multimédia, Ana Paula Marques, enalteceram o valor deste acordo, sublinhando o "balanço francamente positivo" da parceria iniciada em fevereiro de 2015, que permitirá ao organismo que tutela o campeonato nacional saldar as suas contas.

"Encontrámos cerca de cinco milhões de euros de resultados negativos transitados quando chegámos. O acordo vai ao encontro das expectativas da Liga. Estamos a credibilizar o futebol profissional em Portugal e a sua sustentabilidade está assegurada", disse o líder da LPFP, sem querer revelar os números envolvidos neste patrocínio.

Descrevendo este terceiro ano de mandato, que se inicia na quinta-feira, depois de ter sido eleito em 28 de julho de 2015, como um ano de "desenvolvimento" no seu plano estratégico, Pedro Proença reiterou o seu "orgulho" pela extensão do vínculo do grupo empresarial à principal competição do futebol português.

"Somos uma organização que partilha com a NOS os mesmos valores. A NOS soube acreditar nestas novas dinâmicas da Liga e, mais do que uma ligação económico-financeira, esta é uma ligação de valores", acrescentou.

Por sua vez, Ana Paula Marques assumiu o objetivo da empresa de promover uma "liga ainda mais emotiva", através de meios cada vez mais interativos e multiplataforma, salientando que esta parceria de exclusividade "deixa satisfeita" a NOS e a LPFP.

"Renovamos o compromisso de fortalecer as ligações ao futebol e partilhamos com ele valores intrínsecos à nossa empresa: ambição e inovação", finalizou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.