Suárez, que tinha sido castigado com um jogo de suspensão pela acumulação de amarelos na segunda mão das meias-finais da Taça do Rei frente ao Atlético Madrid, foi punido com um segundo jogo de suspensão por ter retardado a saída do relvado para os balneários após a sua expulsão, de acordo com o relatório do árbitro.

“Depois de ter sido expulso, atrasou a sua saída do terreno de jogo de forma considerável e, ignorando as indicações do árbitro, permaneceu perto do banco da sua equipa até ao final da partida”, escreveu o árbitro Jesús Gil Manzano no seu relatório.

O juiz espanhol foi mais específico na redação do relatório ao referir que Suárez se “manteve nas escadas de acesso ao túnel de acesso aos balneários a observar o jogo até ao fim, apesar de o quarto árbitro o ter avisado reiteradas vezes que tinha de recolher ao balneário, avisos esses que ignorou”.

Esta última ocorrência levou o Juiz de Competições da Federação espanhola a aplicar ao avançado uruguaio um jogo de suspensão com base no artigo 113.2 do regulamento disciplinar do organismo, o qual estabelece que “quem é expulso deve dirigir-se aos balneários sem possibilidade de presenciar o jogo a partir da bancada, sendo o incumprimento desta obrigação objeto de sanção entre um e três jogos e multa pecuniária”.

Por outro lado, o seu colega de equipa Sergi Roberto foi castigado com um jogo de suspensão por ter visto dois cartões amarelos na segunda mão das meias-finais, tal como o avançado do Atlético de Madrid, o belga Yannick Carrasco, pelo mesmo motivo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.