Parecia ser uma notícia que tardava em chegar. Após uma série de bons resultados - desde que assumiu o comando do Manchester United, Ole Gunnar Solskjær, que também representou o clube enquanto jogador, soma 14 vitórias em 19 jogos, sendo que conseguiu colocar o clube de Old Trafford num lugar de qualificação para a Liga dos Campeões, na Premier League, e ultrapassar os oitavos-de-final da 'Champions', após uma remontada diante do Paris Saint-Germain - todos aguardavam a notícia oficial: a passagem do norueguês de interino a treinador definitivo da equipa principal.

Essa notícia chegou esta quinta-feira pela manhã com os red devils a anunciar que Solskjær assinou um contrato de três anos com o emblema de Manchester.

"Desde o primeiro dia em que cheguei que me senti em casa neste clube. Foi uma honra ser jogador do Manchester United e começar a minha carreira como treinador aqui. Os últimos meses têm sido uma experiência fantástica e por isso quero agradecer a todos os treinadores, jogadores e staff pelo trabalho feito até agora. Este é o trabalho com que sempre sonhei e estou muito feliz pela oportunidade de poder comandar este clube a longo prazo e tenho esperança de poder continuar a trazer o sucesso que os nossos incríveis adeptos merecem", disse o técnico em declarações ao site do clube inglês.

Ed Woodward, vice-presidente executivo do clube, afirma que desde a chegada do norueguês que os resultados têm falado por si. “Mais do que apenas performances e resultados, Ole traz uma experiência riquíssima, tanto como jogador como treinador, juntamente com o desejo de dar aos jovens uma oportunidade e um profundo conhecimento da cultura do clube. Tudo isto significa que ele é a pessoa certa para levar o Manchester United para a frente", sublinhou.

"Quero agradecer ao Ole e ao restante staff tudo o que têm feito e contratulá-lo pela merecida promoção. Os adeptos e toda a gente no clube estão com ele num momento em que parece ser a pessoa certa para guiar o clube num novo capítulo da sua história".

O norueguês veio substituir José Mourinho que deixou o clube após duas épocas e meia, em que conquistou os títulos da Taça da Liga inglesa, da Supertaça de Inglaterra e da Liga Europa na época de estreia (2016/17). O técnico português levou ainda o clube ao segundo lugar do campeonato na época passada, depois de ter sido sexto na estreia.

Antes de se mudar para Manchester, Solskjaer, de 46 anos, treinava os noruegueses do Molde, desde 2015, que já tinha treinado entre 2011 e 2013 – conquistando o bicampeonato em 2011 e 2012 e à vitória na Taça da Noruega em 2013 –, depois de comandar as reservas do Manchester United.

Orientou ainda os galeses do Cardiff, entre 2013 e 2014, e os juniores dos noruegueses do Clausenengen, clube no qual iniciou a carreira futebolística. Notabilizou-se depois no Molde, em 1995 e 1996, e, sobretudo, no Manchester United, durante 11 temporadas, até terminar a carreira em 2007.

Ao serviço dos ‘red devils’, conquistou uma Liga dos Campeões, sete Ligas inglesas, duas Taças de Inglaterra, uma Taça da Liga inglesa, quatro Supertaças de Inglaterra e uma Taça Intercontinental, contando 126 golos em 266 jogos.

O último título de campeão do Manchester United remonta a 2013, na última temporada sob o comando do histórico técnico escocês Alex Ferguson.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.