O valor, a cobrar entre 2017/18 e a temporada que finda em junho deste ano, transforma o vínculo entre o ‘astro’ argentino e os catalães no mais caro da história do desporto, batendo o de Patrick Mahomes com os Kansas City Chiefs de futebol americano, esse de 10 anos.

Segundo a agência noticiosa espanhola EFE, os advogados do futebolista estudam agora “implicar aqueles que dentro do clube acederam ao contrato e o denunciaram” ao jornal.

Também o FC Barcelona respondeu à publicação, que detalhava ainda o valor por rubricas e por cada ano em vigor, ao negar categoricamente ter divulgado o contrato, também eles processando o periódico.

O desagrado com o assunto do momento nos ‘culés’ uniu ainda os três candidatos à presidência do emblema: Joan Laporta, Victor Font e Toni Freixa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.