O futebol está de luto. Davide Astori, defesa internacional italiano de 31 anos da Fiorentina, faleceu na madrugada deste sábado em Udine, Itália, no quarto de hotel onde se encontrava concentrada a equipa viola antes do jogo contra a Udinese, que se realizaria hoje e que entretanto foi adiado.

Nas redes sociais, a Fiorentina já confirmou a triste notícia:

“A Fiorentina tem de anunciar com profundo pesar a morte do seu ‘capitão’ Davide Astori, vítima de uma doença súbita. Face à terrível e delicada situação, e sobretudo por respeito à sua família, pede-se a sensibilidade de todos”, anunciou a formação italiana na sua conta do Twitter.

Formado no AC Milan, Astori jogou grande parte da sua carreira ao serviço do Cagliari (seis temporadas) e estava há três épocas ao serviço de Fiorentina, depois de uma passagem pela AS Roma. Para além de ter o estatuto de capitão no clube de Florença (onde partilhava balneário com os portugueses Bruno Gaspar e Gil Dias), o defesa era também internacional italiano (15 presenças ao serviço da Squadra Azzurra e um golo marcado).

Segundo o jornalista brasileiro Rafael Oliveira, todos os jogos da Série A que se jogariam hoje foram adiados:

Nas redes sociais, o Sporting CP (cujas claques têm, ao longo dos anos, mantido relações próximas com as da Fiorentina), já reagiu ao falecimento de Astori:

Num domingo em que a Itália vai a votos, Matteo Renzi, ex-primeiro-ministro italiano e antigo autarca de Florença, já reagiu também à morte de Astori:

A Juventus, o Inter de Milão, o Nápoles, a AS Roma (onde Astori jogou uma temporada) e o AC Milan (onde o defesa italiano fez parte da formação), alguns dos principais clubes italianos, também utilizaram as redes sociais para manifestar pesar:

Frank Ribéry, internacional francês do Bayern de Munique, Kevin Strootman, internacional holandês da AS Roma, e Fabio Cannavaro, ex-defesa internacional italiano e vencedor da Bola de Ouro em 2006, e Paulo Dybala, internacional argentino de Juventus, utilizaram o Twitter para reagir à morte de Astori:

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.