O avançado Enner Valencia marcou, aos 16 minutos, de grande penalidade, e aos 31, os dois tentos que derrotaram o Qatar, que entra para a história como o primeiro anfitrião a perder o jogo de estreia na prova.

Até agora, nas anteriores 21 edições, os 22 organizadores - tendo em conta que foram dois em 2002 (Coreia do Sul e Japão) - somavam 16 vitórias e seis empates.

Os únicos conjuntos que não tinham vencido eram Inglaterra (0-0 com o Uruguai, em 1966), México (0-0 com a União Soviética, em 1970), Espanha (1-1 com as Honduras, em 1982), Estados Unidos (1-1 com a Suíça, em 1994), Japão (2-2 com a Bélgica, em 2002) e África do Sul (1-1 com o México, em 2010).

Desta vez, o Qatar, único estreante na edição de 2022, fez pior, ao sair derrotado, sendo que, ainda que pelas piores razões, entrou na história dos Mundiais.

O segundo encontro da jornada inaugural do Grupo A realiza-se na segunda-feira, entre o Senegal e os Países Baixos, vice-campeões em 1974, 1978 e 2010, com início às 16:00 (em Lisboa).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.