O extremo luso tinha vínculo até 2024 com o emblema inglês, ao qual chegou em 2019, proveniente dos italianos da Lazio, por 18 milhões de euros (ME), estando a cumprir a segunda temporada ao serviço dos ‘wolves'.

"Tem sido fantástico jogar aqui. Estou muito feliz com esta renovação de contrato, mas vou continuar a trabalhar como tenho feito até agora", afirmou Neto, em declarações reproduzidas no site do Wolverhampton, assumindo que tem como objetivo de carreira "ser o melhor" e, por isso, tem de "trabalhar dia a dia e deixar as coisas acontecerem naturalmente".

Na primeira época no Wolverhampton, Pedro Neto participou em 44 jogos oficiais, 17 dos quais como titular, e marcou cinco golos. No entanto, confessou que sentiu "algumas dificuldades" devido à baixa compleição física, algo que conseguiu ultrapassar com o tempo.

Já esta temporada, Neto foi aposta inicial de Nuno Espírito Santo nos sete jogos dos ‘wolves' na ‘Premier League' e apontou um tento, decisivo para a vitória sobre o Fulham (1-0), há cerca de um mês.

O internacional sub-21 passou pela formação de Vianense, Perspetiva em Jogo, Palmeiras FC e Sporting de Braga, antes de em 2017 rumar a Itália, juntamente com Bruno Jordão, para representar a Lazio, num surpreendente negócio que levou os ?laziale' a pagar quase 30 ME pelos dois jovens jogadores.

Pedro Neto é um dos nove jogadores portugueses que integram o plantel do Wolverhampton, juntamente com Rui Patrício, Nélson Semedo, Roderick Miranda, Rúben Neves, João Moutinho, Vítor Ferreira, Daniel Podence e Fábio Silva.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.