Ao intervalo, a ‘seleção da rosa’ perdia por 14-5, depois de chegar a jogar com menos dois jogadores, mas foi precisamente nessa fase que chegou ao primeiro ensaio, por Ben Earl (19), que reduziu a distância para 7-5, após um ensaio de penalidade concedido aos escoceses.

Alex Mann (37) alimentou a esperança dos visitantes, com um ensaio transformado por Ioan Lloyd, mas o ensaio de Fazer Dingwall (62) e as penalidades de Geirge Ford (47 e 71) asseguraram o segundo triunfo inglês noutras tantas jornadas do torneio e a liderança, à condição.

Enquanto isso, em Edimburgo, a França regressou aos triunfos no torneio, uma semana após o desaire em casa com a Irlanda, ao vencer com dramatismo por 20-16 na visita à Escócia.

Os escoceses cruzaram a linha de ensaio na bola de jogo, o que agudizaria a crise dos ‘bleus’, derrotados na primeira jornada, em casa, pela Irlanda (38-17), mas, após consulta do videoárbitro, o lance foi invalidado e a equipa liderada por Fabién Galthié voltou a vencer, mais de quatro meses após o triunfo sobre a Itália na fase de grupos do Mundial.

Os ‘bleus’, que ao intervalo perdiam por 13-10, podem agradecer aos ensaios de Geël Fickou (31) e Louis Bielle-BIarrey (70), ambos transformados por Thomas Ramos, que somou ainda duas penalidades (11 e 76), enquanto a Escócia cruzou a linha de meta por Ben White (06) e, além da transformação, Finn Russell somou três penalidades (21, 29 e 57).

Com estes resultados, a Inglaterra lidera com oito pontos em dois jogos, seguida por Irlanda e Escócia, ambas com cinco, a França com quatro, País de Gales com três e Itália com um ponto.

A segunda jornada conclui-se no domingo, com a Irlanda a tentar vencer a Itália, em casa, para reassumir a liderança do torneio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.