O campeão espanhol capitalizou a perda de pontos dos seus diretos perseguidores, nomeadamente, o Atlético Madrid e o Sevilha, segundo e terceiro colocados, que empataram a um golo na Andaluzia, e o Real Madrid, que saiu derrotado pela Real Sociedad, por 2-0, em pleno estádio Santiago Bernabéu.

O avançado argentino Lionel Messi abriu o marcador aos 20 minutos, o uruguaio Luis Suarez aumentou a vantagem aos 39, mas a reação do Getafe foi forte e premiada com um golo à beira do intervalo, aos 43, por Jaime Mata, que deixou tudo em aberto para a segunda parte.

No segundo período assistiu-se a um jogo intenso, de parada e resposta, com oportunidades de golo para ambos os lados, com o Getafe à beira de marcar o segundo golo, que restabeleceria a igualdade, e o Barcelona do terceiro, que sentenciaria a partida.

O resultado acabou por não sofrer alteração e o Barcelona consolidou mesmo a liderança, com 40 pontos, mais cinco do que o Atlético Madrid, mais sete do que o Sevilha, e mais nove do que o Alavés, equipa sensação do campeonato, no quarto lugar.

Com o golo que marcou hoje, Messi já leva 16 na liga espanhola, mais quatro do que Suárez, que tem 12, e mais cinco do que o terceiro classificado da lista de melhores marcadores da prova, o avançado uruguaio Christian Stuani, do Girona.

Real Madrid perde em casa com Real Sociedad

O Real Madrid perdeu hoje em casa por 2-0 com a Real Sociedad, na 18ª jornada da I Liga espanhola de futebol, agravando a crise de resultados.

Um golo logo aos três minutos, do brasileiro Willian José, de penálti, a castigar falta do brasileiro Casimiro sobre Mikel Merino, deixou antever dificuldades acrescidas para o Real Madrid, que vinha de um empate há três dias, em Villarrreal, em jogo em atraso para o campeonato.

A equipa ‘merengue’, com o jovem brasileiro Júnior Vinícius a titular, não conseguiu dar a volta ao resultado, muito por culpa da falta de eficácia na finalização e da grande exibição do guarda-redes argentino Geronimo Rulli.

As coisas complicaram-se ainda mais para o Real Madrid a partir do minuto 61, quando Lucas Vásquez foi expulso por acumulação de cartões amarelos, ao derrubar Mikel Merino, o mesmo jogador que sofreu o penálti logo aos três minutos, cometido por Casimiro, num lance de contra-ataque da Real Sociedad.

Com mais um jogador, a equipa basca soube tirar partido da superioridade numérica e ainda aumentar a vantagem, aos 83 minutos, por Rúben Pardo, de cabeça, após assistência de Willian José, que, já em período de compensações, falhou de forma incrível o 3-0.

Com a primeira derrota em casa sob o comando técnico do argentino Santiago Solari, o Real Madrid caiu para o quinto lugar, com 30 pontos, atrás do Alavés, com 31, do Sevilha, com 33, e do Atlético Madrid, com 35, tendo agora ficado a dez pontos de atraso para o líder FC Barcelona.

“Tivemos uma intervenção infeliz logo no segundo minuto [penálti de Casimiro sobre Mikel Merino] que nos fez correr atrás do resultado. Todos os ‘brindes’ se pagam caro no futebol profissional. Fizemos tudo para dar a volta ao resultado, fomos determinados, criámos oportunidades, mas não conseguimos concretizar nenhuma”, lamentou Solari.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.