A precisar de anular a desvantagem de 1-0 da primeira mão, a equipa vila-condense cedo viu essa desvantagem aumentar, quando os visitantes inauguraram o marcador por Cillian Sheridan, logo aos seis minutos.

O Rio Ave reagiu e virou o resultado ainda na primeira parte, com um ‘bis de Galeno, aos 27 e 45+2, mas os polacos voltaram a complicar a tarefa quando igualaram por Taras Romanchuk, aos 56, jogador que ‘bisou’ aos 79, também para igualar a partida, agora a 3-3, depois de Gelson Dala ter adiantado pela segunda vez a equipa portuguesa, aos 63.

O Jagiellonia ‘sentenciou’ praticamente a eliminatória quando voltou para a frente do marcador aos 72 minutos, através de Martin Pospisil, já de nada valendo nova igualdade por parte do conjunto nortenho, através de Damien Furtado, aos 84.

Na terceira pré-eliminatória, o Jagiellonia vai defrontar os belgas do Gent.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.