O'Sullivan, de 44 anos, sucedeu ao compatriota Judd Trump, ao repetir os êxitos de 2001, 2004, 2008, 2012 e 2013, na sua sétima final, com menos um título do escocês e recordista Stephen Hendry, mas em igualdade igualando os número de conquistas do também inglês Steve Davis e do galês Ray Reardon.

'The Rocket’ teve um percurso difícil até ao embate decisivo, eliminando o chinês Ding Junhui, na segunda ronda, o antigo campeão do mundo Mark Williams, nos quartos de final, e o três vezes vencedor do Mundial Mark Selby, nas ‘meias’.

Na final à melhor de 35 'frames', O'Sullivan, quarto do ‘ranking’ mundial, venceu hoje sete partidas consecutivas perante o sexto da hierarquia, depois de ter chegado ao derradeiro dia com uma vantagem de 10-7, encerrando a decisão no primeiro duelo da sessão noturna.

O sexto título mundial foi selado em cerca de 10 minutos com um ‘break’ de 96 (104-1) na 26.ª frame, permitindo aquele que é considerado como o mais talentoso jogador de sempre, até porque é ambidestro, somar 37 títulos de ‘ranking’, mais uma do que Stephen Hendry.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.