Rubén Semedo terá sido detido esta manhã, após denúncia apresentada à Polícia Nacional de Valência, por parte da alegada vítima, a 12 de fevereiro.

De acordo com o jornal espanhol Las Provincias, o central do Villarreal é acusado de ter sequestrado um homem com recurso a uma arma de fogo e de, consequentemente, o ter ameaçado, agredido e, ainda, de ter roubado a chave de casa da vítima — com o intuito de a assaltar.

Semedo terá atuado juntamente com mais dois homens, sendo que, de acordo com o indivíduo que fez a denúncia, um deles seria o seu primo.

Segundo com o regional espanhol, o queixoso apresentava ferimentos no corpo, para além de uma lesão no tornozelo — algo que o obriga a andar com recurso a uma muleta.

Esta não é a primeira vez que o futebolista foi detido pela polícia. Ruben Semedo, que aguarda por julgamento, foi detido pelas autoridades em janeiro, mas foi libertado horas depois, após prestar declarações.

O Villarreal e o treinador Javier Calleja escusaram-se a reagir a esta situação na altura, considerando tratar-se de um “assunto particular e pessoal”.

“Há uma investigação aberta e até que termine não vamos opinar”, justificou-se Calleja, reconhecendo que o clube estava já par da situação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.