Num jogo bastante disputado, o Liverpool teve mais ocasiões de golo, mas só o alcançou aos 50 minutos quando Salah foi carregado depois de uma jogada individual dentro da área da formação da casa, encarregando-se depois de converter o penálti que se revelou decisivo para a vitória alcançada.

Com este resultado, a turma da cidade dos Beatles confirma a liderança da Premier League, com 57 pontos somados em 22 jornadas, e fica à espera do desfecho do jogo do Manchester City (50 pontos), o seu perseguidor mais direto que recebe no domingo o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo.

Já o Burnley recebeu e venceu o Fulham por 2-1, beneficiando de dois autogolos de Joe Bryan e de Dennis Odoi, quase seguidos (20 e 23 minutos), enquanto o alemão Andre Schurrle marcou para os visitantes logo aos dois minutos do encontro.

O jogo entre o Cardiff e o Huddersfield terminou sem golos, enquanto o Crystal Palace foi derrotado em casa pelo Watford por duas bolas a uma, idêntico resultado ao verificado entre o Leicester e o Southampton.

Por seu turno, o Arsenal perdeu por um golo sem resposta na visita ao West Ham, e já não ganha um jogo fora de casa para a liga inglesa de futebol desde novembro, podendo ser alcançado no quinto lugar pelo Manchester United, que se desloca no domingo a Wembley para defrontar o Tottenham.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.