Cedo o Leganés mostrou ao que vinha, com golos aos oito e aos 20 minutos pela sua dupla atacante, o marroquino Youseef En Nesry e o dinamarquês Martin Braithwaite, perante um Sevilha que nunca mostrou soluções para dar a volta ao resultado.

Na segunda parte, os andaluzes pressionaram muito para chegar ao golo e reentrar na discussão do jogo, mas foi o Leganés a consegui-lo, aos 82 minutos, pelo médio Óscar.

O Sevilha alinhou sem qualquer jogador português, visto que Daniel Carriço e André Silva estão ambos lesionados.

Com esta derrota, o Sevilha mantém-se na luta pelo quarto lugar, que dá acesso à Liga dos Campeões, mas arrisca ver o Getafe, que ocupa aquela posição e soma os mesmos 55 pontos, distanciar-se, caso vença na receção ao Girona, no domingo, quando faltam apenas três jornadas para o final do campeonato.

Quem pode aproveitar o deslize do Sevilha é o Valência, sexto classificado, com 52 pontos, que visita o terreno do Huesca, último classificado.

O FC Barcelona, que renovou o título na jornada anterior, lidera com 83 pontos, mais nove do que o Atlético de Madrid, e mais 18 do que o Real Madrid.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.