Numa informação oficial, os minhotos confirmam que a sua SAD tem a receber da congénere ‘leonina’ “o valor de um milhão de euros relativo à segunda tranche da transferência do jogador Rodrigo Battaglia, que venceu a 15 de fevereiro de 2018″.

Os minhotos revelaram que existiu “troca de e-mails entre as sociedades com vista à liquidação deste valor”, tendo as partes acordado que ao pagamento a efetuar pela Sporting SAD se subtrairia o valor de quase 70 mil euros (mais IVA), relativo ao mecanismo de solidariedade das verbas já recebidas pelas transferências de Pedro Santos e Rui Fonte, ex-jogadores ‘arsenalistas’ com passado na formação sportinguista.

Ainda segundo o Sporting de Braga, os pagamentos desses valores estavam previstos para 31 de maio (Pedro Santos) e 20 de julho deste ano (Rui Fonte), depois de receber as tranches do Columbus Crew e do Fulham, respetivamente.

Contudo, e “face à posição tornada pública pelo presidente da Sporting SAD [Bruno de Carvalho], e apesar de esta ser absolutamente contrária à correspondência trocada entre as partes”, o Sporting de Braga informa que procederá já nesta segunda-feira à transferência do valor relativo ao mecanismo de solidariedade, “aguardando que a Sporting SAD regularize, ato contínuo, o valor devido a esta sociedade”.

Na sua página do Facebook, Bruno de Carvalho comentou este domingo uma notícia que dava conta desta dívida e, por causa dela, da possibilidade de o Sporting ficar fora das competições europeias, tendo sugerido um título jornalístico alternativo: “Braga tem queixa colocada na FIFA pelo Casa Pia e encontra-se num encontro de contas com o Sporting CP”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.