Bencic escreveu nas redes sociais no sábado que "tomou a difícil decisão" de falhar o ‘major’ norte-americano, mas assegurou que irá voltar ao circuito em Roma, num torneio que se inicia a 14 de setembro, um dia após o final do Open dos Estados Unidos.

A tenista suíça, de 23 anos, atual oitava classificada do ‘ranking', é uma das cinco tenistas - as outras são Ash Barty, número um, Elina Svitolina (cinco), Bianca Andreescu (seis), detentora do título, e Kiki Bertens (sete) – do ‘top-10’ a anunciarem que não vão jogar em Flushing Meadows em plena pandemia de covid-19.

Bencic, Svitolina e Andreescu alcançaram as meias-finais da edição do ano passado, além da norte-americana Serena Williams, que já anunciou que irá participar no torneio que se inicia a 31 de agosto.

Entre os homens já anunciaram que não vão jogar o US Open o campeão da edição 2019, o espanhol Rafael Nadal, o pentacampeão Roger Federer, afastado para o que resta da temporada após duas operações no joelho direito, o campeão da edição 2016, o suíço Stan Wawrinka, além do italiano Fabio Fognini, do francês Gael Monfils e do grego Nick Kyrgios.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.