"Cada vez que eu entro no tapete, Portugal espera que no fim do dia eu esteja no pódio. E isso não é pressão. Isso é muito lindo. E eu queria muito ter conseguido, mas desta vez não deu", desabafa a atleta portuguesa, numa publicação que começa ao assumir que vive um momento para o qual tem dificuldade em encontrar palavras.

"Quando sonhamos, corremos o risco de sofrer, mas se não sonhamos, nunca conquistamos. E representar Portugal, para mim, tem de ser sempre assim. A olhar para o alto", acrescenta.

A judoca não esconde a desilusão. "Dói e é difícil até entender o que sinto", escreve.

Ao segundo combate, a medalha de bronze no Rio2016 foi vencida pela polaca Julia Kowalczyk. Telma Monteiro perdeu já no ‘golden score’, ao somar o terceiro castigo com 9.31 minutos de combate.

A judoca lusa, de 35 anos, competia nos seus quintos Jogos Olímpicos e em Tóquio2020 repete a classificação de Pequim2008, com um nono lugar, resultante de uma vitória e uma derrota na competição, depois de bater a costa-marfinense Zouleiha Abzetta Dabonne na primeira ronda.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.