Com o mês de janeiro chega a agitação do mercado de inverno. É inevitável: nomes de jovens promessas flutuam de um clube para o outro, valores astronómicos gravitam entre a Europa, o Oriente e o continente norte-americano. O burburinho é constante. Os ingleses do The Guardian não ficaram de fora e fizeram uma lista de 5 atletas que podem ser alvos ‘apetecíveis’ para alguns clubes da Premier League.

Ederson Moraes, guarda-redes do Benfica, é o único jogador do campeonato português que consta na lista. O destino sugerido é o Manchester City, de Pep Guardiola. O guardião brasileiro é apresentado como uma “escolha sábia” para uma mudança na baliza dos citizens, face à contestação em torno de Claudio Bravo após uma série de más exibições. Ao jogador encarnado o jornal enaltece o jogo de pés, e as suas prestações na Primeira Liga portuguesa onde conta com 4 golos sofridos apenas em 10 jogos.

Para além do atleta encarnado constam na lista mais quatro jogadores, apontados para o mais variado leque de equipas da Premier League.

O médio brasileiro Felipe Anderson, que atua na Lázio, é sugerido ao primeiro classificado da tabela, o Chelsea. O Guardian aponta-o como uma boa opção para a ala direita, onde atua Vitor Moses. Os britânicos acenam com as 7 assistências e os 2 golos na Serie A, esta época, e com a necessidade dos blues de alargarem o plantel de forma a terem mais jogadores capazes de satisfazer as exigências táticas de Antonio Conte.

Segue-se Sébastian Haller, o avançado francês que atua no Utrecht e que já leva 10 golos no campeonato holandês esta época. O atleta é sugerido pelo jornal a qualquer equipa da Premier League que esteja a precisar de golos, dando o Southampton e o West Ham como dois conjuntos onde Haller poderia encaixar bem.

Conor Hourihane, é a quarta proposta. Classificado como um criativo, o médio é sugerido a qualquer equipa que precise de um desequilibrador capaz de baralhar a defesa adversária e criar oportunidades de golo. Hourihane é apontado para o Sunderland ou o Middlesbrough, com um aliciante: o jogador do Burnsley, que já soma 11 assistências e 5 golos esta época, está a seis meses de terminar o contrato.

Por fim, o jornal britânico traz à tona o nome que mais tinta tem feito correr em Inglaterra: o defesa-central Virgil Van Dijk. As constantes lesões de Kompany e as exibições aquém do esperado de Otamendi e John Stones fazem com que o holandês seja aconselhado ao Manchester City para uma revolução no setor mais recuado do campo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.