O alemão sucede a Unai Emery, que esteve dois anos à frente do clube francês.

No Twitter, o Paris Saint-Germain anuncia a contratação. "O PSG tem o prazer de anunciar a chegada de Thomas Tuchel para a posição de treinador da equipa profissional! O técnico alemão assinou um contrato de dois anos com o clube campeão da França", lê-se.

Com 44 anos, o treinador alemão começa a sua missão no início de julho, por ocasião do regresso aos treinos.

"É com grande alegria, orgulho e ambição que me junto a este grande clube de futebol mundial que é o Paris Saint-Germain", disse Thomas Tuchel, após a assinatura de contrato, segundo comunicado do clube.

"Estou ansioso para trabalhar com todos estes grandes jogadores, todos entre os melhores do planeta. Faremos tudo para ajudar a equipa a levar os seus limites ao mais alto nível internacional. Existe um potencial extraordinário em Paris e este é o desafio mais excitante que chegou até mim. Também estou ansioso para descobrir o Parc des Princes, um lendário estádio de futebol europeu com uma atmosfera fantástica".

Nasser Al-Khelaïfi, presidente do PSG, disse estar "muito feliz por receber Thomas Tuchel como o novo treinador do Paris Saint-Germain", dizendo ainda que "Thomas é um dos treinadores europeus mais competitivos que surgiram ao mais alto nível nos últimos anos. Está fortemente imbuído dos princípios espetaculares e eficientes que sempre alimentaram a força do futebol alemão, especialmente no cenário internacional. A sua personalidade ambiciosa, o seu gosto assertivo por jogadas que se movem para a frente e a sua força de caráter fazem parte do estilo que sempre ouvimos no Paris Saint-Germain. Esse estilo que os fãs do nosso clube, de todos os tempos, sempre procuraram e admiraram", pode ainda ler-se.

Tuchel, que esteve sem treinar esta temporada, esteve à frente do Borussia Dortmund entre 2015 e 2017, depois de cinco épocas no Mainz. Ao serviço do Dortmund, Tuchel conquistou uma DFB Pokal (Taça da Alemanha), sendo o único título que tem no seu palmarés.

Já Unai Emery deixa o Paris Saint-Germain depois de ter falhado no plano internacional, com eliminações na Liga dos Campeões, a primeira, com arbitragem polémica, diante do FC Barcelona em 2016/17, e esta temporada frente ao Real Madrid.

No Paris Saint-Germain, Emery conquistou um campeonato, duas Taças de França e duas taças da Liga francesa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.