A agência Associated Press ‘atribui’ o ouro ao judoca bicampeão do mundo Jorge Fonseca na categoria de -100 kg, e o bronze a Fernando Pimenta, em canoagem K1 1.000, a Pedro Pichardo, no triplo salto, e ao veterano João Vieira, nos 50 quilómetros marcha.

A missão de Portugal conta com 92 atletas, que vão competir em 17 modalidades, com o objetivo de atingirem, pelo menos, duas medalhas, 12 diplomas, com lugares até ao oitavo, bem como 26 resultados até ao 16.º.

O site especializado www.olympicmedalspredictions.com repete o ouro de Jorge Fonseca e alarga o lote da prata a João Vieira, Pedro Pichardo e ainda à judoca Bárbara Timo, em -70 kg.

Numa lista em que Fernando Pimenta volta a levar o bronze, referência ainda à inexequível prata de Vasco Vilaça no triatlo, pois o vice-campeão do mundo em 2020 não se apurou.

Já o www.bestsports.com.br é o mais otimista para as ambições lusas, atribuindo-lhe seis pódios, com dois atletas em cada degrau.

Jorge Fonseca e João Vieira levam o ouro, Fernando Pimenta e Rui Bragança, na categoria de -58 kg, no taekwondo, levam a prata, enquanto Pichardo e Timo ficam com o bronze.

Nas suas análises, estes projetos têm em conta o desempenho nas principais provas internacionais nos últimos anos, designadamente campeonatos da Europa e do Mundo, bem como Taças do Mundo e eventos similares.

A cumprirem-se as ‘profecias’, o atletismo, o judo, a canoagem e o taekwondo serão os desportos mais bem-sucedidos na comitiva lusa.

Ao todo são cerca de 11.000 os desportistas a lutarem pelos 339 títulos olímpicos em disputa em provas distribuídas por 33 modalidades.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.