Chegados ao último dia do mercado, é comum observar quanto dinheiro foi gasto pelos maiores clubes nas principais ligas europeias. Entre o valor mais alto pago por um defesa com a contratação de Harry Maguire por parte do Manchester United, a "novela Neymar" que se espera que seja resolvida no dia de hoje, a ida de um miúdo português de 19 anos para o Atlético de Madrid por 126 milhões de euros e outras demais transferências, é normal que algumas transferências tenham passado "fora do radar", nomeadamente se estivermos a falar de clubes das segundas divisões das Ligas que mais dinheiro geram anualmente.

Por isso, fomos olhar para as segundas ligas dos principais mercados europeus – o Championship, a La Liga 2, a Bundesliga 2, a Série B e a Ligue 2 – e fizemos um top 3 das principais contratações e vendas destes campeonatos, ao nível de valores envolvidos.

Championship (Inglaterra)

Na segunda divisão inglesa, cujo mercado fechou no mesmo dia que a Premier League, houve um total de 674 movimentações, entre saídas e reforços, que geraram mais de 500 milhões de euros a circular pelos clubes, segundo dados do Transfermarkt. Para um termo comparativo, este valor é superior à própria Liga NOS, que com o mesmo número de movimentações gerou menos 20 milhões de euros.

No que diz respeito a reforços, destacaram-se as contratações de dois avançados e de um defesa central:

  • O Huddersfield Town, que foi despromovido da Premier League a época passada, acionou a cláusula de compra de Isaac Mbenza de 12.5 milhões de euros, depois da temporada do avançado belga ter chegado emprestado a época passada, vindo do Montpellier.
  • O Bristol City comprou o defesa-central checo Tomas Kalas ao Chelsea por 9 milhões de euros, depois de já ter contado com o jogar na temporada transata na condição de empréstimo.
  • O West Bromwich Albion, que recebeu dois jogadores conhecidos dos portugueses - Matheus Pereira e Krovinovic – investiu 8.9 milhões de euros no avançado dinamarquês Kenneth Zohore, que na época passada também tinha atuado na Premier League ao serviço do Cardiff City.

Nas vendas, destaca-se o poderio financeiro de clubes da Premier League na compra de jogadores deste campeonato:

  • O Fulham, também despromovido da principal liga inglesa, vendeu o médio inglês Ryan Sessegnon, o seu jogador revelação da época passada, ao Tottenham por 27 milhões de euros.
  • O Brighton, que foi capaz de se manter na Premier League mesmo acima da linha da água, aproveitou as receitas da sua performance (de 105 milhões de libras entre classificação e direitos televisivos) para ir buscar dois jogadores ao Championship. Primeiro, o jovem avançado franco-argentino Neal Maupay ao Brentford FC por 21,9 milhões de euros (valor provavelmente justificado pelos 28 golos marcados pelo jogador na época passada), e depois o defesa-central inglês Adam Webster ao Bristol City, por 21,85 milhões de euros.

La Liga 2 (Espanha) 

Na La Liga 2, que tem beneficiado de maiores verbas depois de a liga espanhola ter adotado em 2016 o sistema de distribuição centralizada e mais equitativa de receitas de direitos televisivos pelos clubes, também houve algumas movimentações interessantes. A primeira não teve a ver com jogadores mas sim com a decisão de transmitir todos os jogos da segunda divisão no YouTube. Relativamente aos protagonistas do jogo, movimentaram-se mais de 700 atletas pelas 22 equipas que compõem o campeonato, gerando quase 140 milhões de euros.

Nas contratações destacaram-se a compra de um avançado e dois médios-ofensivos por parte de clubes que já estavam na segunda liga espanhola na época passada:

  • O Almería comprou o avançado uruguaio Darwin Nuñez ao Peñarol, por 4 milhões de euros.
  • O Sporting Gijón foi a Manchester, buscar o médio ofensivo espanhol Manu Garcia ao City por 4 milhões de euros, depois de o jogador ter feito 34 jogos na Liga Francesa na época passada, emprestado pelos ingleses ao Toulouse.
  • O Saragoça realizou, provavelmente, a transferência mais sonante da La Liga 2, ao contratar o japonês Shinji Kagawa ao Borussia Dortmund por 3 milhões de euros, depois do jogador ter perdido espaço na equipa alemã. Recorde-se que o nipónico, agora com 30 anos, fez parte da equipa campeã de Klopp em 2011 e 2012, que lhe valeu uma ida para o Manchester United, no qual acabou por não ser bem-sucedido, regressando ao Dortmund em 2014. Depois, de um empréstimo ao Besiktas na última época, o médio tenta agora relançar a carreira em Espanha.

Nas saídas de jogadores dos clubes, destaca-se a ida de um jovem para o Manchester City e duas compras de clubes da La Liga:

  • O Girona FC, depois de não ter assegurado a sua permanência na principal liga espanhola (18.º lugar), foi obrigado a vender dois dos seus principais jogadores. O lateral-direito Pedro Porro foi para o Manchester City a troco de 12 milhões de euros e o médio ofensivo Portu foi transferido para a Real Sociedad por 10 milhões de euros.
  • O Málaga, que tem passado por dificuldades financeiras nas últimas épocas e falhou a subida à La Liga na temporada passada, vendeu o jovem extremo Javi Ontiveros ao Villareal por 7.5 milhões de euros.

Bundesliga 2 (Alemanha)

A Bundesliga 2 fez jus ao cuidado financeiro alemão, sendo a liga onde se verificaram menos movimentações das seis analisadas, com 465 jogadores comprados, vendidos ou emprestados. Contudo, isto não significou que fosse menos rentável, com quase 200 milhões de euros a circularem por esta divisão.

Na compra de jogadores, destacaram-se dois clubes que foram despromovidos da principal divisão do futebol alemão e outro clássico, que passa hoje em dia por maiores dificuldades:

  • O Estugarda, um dos despromovidos, deu 8 milhões de euros pelo ponta-de-lança Silas Wamangituka que atuou a época passada pelo Paris FC (da segunda divisão francesa, não confundir com o PSG), tendo apontado 11 golos.
  • O Hamburgo SV, campeão alemão por seis vezes, que desceu de divisão em 2018 e pela primeira vez na sua história, à segunda divisão alemã, comprou o médio ofensivo David Kinsanbi por 3 milhões de euros ao Holstein Keil, também da Bundesliga 2.
  • O Nuremberga, o segundo despromovido, que agora conta com o ex-Sporting Iuri Medeiros, contratou o avançado austríaco Nikola Davedan ao Heidenheim por 2.5 milhões de euros.

As principais vendas pertenceram a três defesas, com destaque novamente para o Estugarda e para o Hamburgo.

  • Com a descida, o Estugarda teve de vender duas das suas principais pérolas. Primeiro, transferiu o lateral-direito francês Benjamin Pavard, campeão do Mundo com a seleção gaulesa em 2018, por 35 milhões de euros para o Bayern de Munique. Depois, vendeu o jovem central turco Orzan Kabak ao Shalke 04 por 15 milhões de euros.
  • O Hamburgo, por sua vez, vendeu o seu lateral-esquerdo Douglas Santos, que fez 88 jogos com a camisola do clube alemão, por 12 milhões ao Zenit São Petersburgo.

Série B (Itália)

Nas principais movimentações da Série B, destaca-se primeiro, à semelhança da La Liga 2, algo extra-futebol com a recente compra dos direitos televisivos pela plataforma de streaming DAZN, que irá pagar 22 milhões de euros por época. Por outro lado, o Empoli foi o clube mais ativo depois de ter sido incapaz de se manter na Série A. A característica do campeonato italiano de fazer circular muitos jogadores também se verificou nesta divisão, com quase 900 jogadores a serem movimentados quer na condição de comprados/vendidos, quer na de emprestados, gerando 120 milhões de euros.

Na procura por reforços, destacaram-se dois avançados e um defesa-central:

  • O Empoli comprou o ponta-de-lança italiano Leonardo Mancuso por 5 milhões de euros à Juventus. O jogador de 27 anos muda-se depois de ter apontado 19 golos ao serviço do Pescara, também da Série B, na época passada, na condição de emprestado. A linha defensiva também foi reforçada com a compra do jovem central grego Dimitrios Nikolaou ao Olympiakos por 3,5 milhões de euros.
  • O Chievo Verona, também despromovido da Série A, contratou o avançado Manuel Pucciarelli por 3,75 milhões de euros ao Empoli, depois de ter sido pouco utilizado pela equipa na época passado, atuando em apenas 10 jogos.

Entre as saídas de jogadores, destacaram-se as transferências entre o Empoli e o AC Milan, com o Nápoles à mistura:

  • O médio defensivo Ismael Bennacer, recém-vencedor da CAN pela Argélia e que se destacou pela equipa na época passada, realizando 37 jogos na Série A, despediu-se de Empoli e foi para Milão a troco de 16 milhões euros. Não satisfeito, o AC Milan também trouxe de Empoli outro médio para reforçar as suas fileiras, contratando também o bósnio Rade Krunic por 8 milhões de euros.
  • O lateral-direito Giovanni Di Lorenzo, por sua vez, escolheu o Sul de Itália em vez do Norte e foi para Nápoles, com a equipa de Carlo Ancelotti a pagar 8 milhões de euros ao Empoli.

Ligue 2 (França)

A Ligue 2, tal como a Bundesliga 2, também se destacou pela menor movimentação de jogadores comparativamente às outras ligas, gerando 120 milhões de euros com a circulação de 550 atletas. Na lista de reforços e de vendas, destaca-se o Guingamp, um dos despromovidos da Ligue 1 na época passada.

No ranking de contratações da segunda divisão francesa, temos:

  • O Guingamp comprou o ponta-de-lança senegalês Yannick Gomis ao Lens por 4 milhões de euros, depois de este ter apontado 17 golos e feito 7 assistências na época passada.
  • O Lorient, clube por onde passou o lateral-esquerdo português Raphael Guerreiro, comprou o avançado turco Umut Bozok ao Nimes Olympique, da Ligue 1 por 1,5 milhões de euros.
  • O Le Havre também contratou um jogador turco, Umut Meras, lateral-esquerdo do Bursaspor, por 1,3 milhões de euros.

Nas vendas, o Guingamp e o Lorient voltam a aparecer com a venda de um extremo-esquerdo, juntamente com outro nome já presente neste artigo:

  • O Lorient vendeu o jovem Alexis Claude-Maurice ao Nice por 13 milhões de euros, depois de o jogador francês ter marcado 14 golos e feito 4 assistências na época passada.
  • O Guingamp vendeu Marcus Thuram, uma das suas pérolas, ao Borussia Monchengladbach, com o jovem francês, filho do lendário defesa francês Lillian Thuram, a mudar-se para a Alemanha a troco de 9 milhões de euros.
  • O Paris FC, novamente com a venda do avançado Silas Wamangituka para o Estugarda, por 8 milhões de euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.