O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou que o Vitória de Guimarães foi multado em 17.941 euros, por uso de engenhos pirotécnicos, arremesso de cadeiras ou cânticos ofensivos.

Este conselho confirmou ainda o processo disciplinar ao clube vimaranense devido a insultos racistas ao futebolista maliano do FC Porto Moussa Marega. Este processo disciplinar já tinha sido anunciado em 18 de fevereiro pela FPF.

O avançado do FC Porto recusou-se a permanecer em campo, ao minuto 71 do jogo, após ter sido alvo de cânticos racistas por parte dos adeptos da formação vimaranense, numa altura em que os ‘dragões’ venciam por 2-1, resultado com que terminou o encontro.

Depois de pedir a substituição, Marega, que já alinhou no emblema minhoto e tinha marcado o segundo golo dos ‘azuis e brancos’, dirigiu-se para as bancadas do recinto vimaranense, com os polegares a apontarem para baixo, situação que originou uma interrupção do jogo durante cerca de cinco minutos.

Vários jogadores do FC Porto e do Vitória de Guimarães tentaram demovê-lo, mas Marega mostrou-se irredutível na decisão de abandonar o jogo, tendo acabado por ser substituído por Manafá.

O Conselho de Disciplina da FPF anunciou ainda um castigo de 9.308 euros ao FC Porto devido ao comportamento dos seus adeptos, também por uso de engenhos pirotécnicos, arremesso de cadeiras ou cânticos ofensivos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.