‘Imune’ às quedas que marcaram os derradeiros quilómetros dos 189,2 da ligação entre Lorient e Pontivy, Merlier venceu com o tempo de 04:01.28 horas, diante do companheiro de equipa e compatriota Jasper Philipsen e do francês Nacer Bouhanni (Arkéa–Samsic), respetivamente segundo e terceiro na meta.

Num dia atribulado, em que o britânico Geraint Thomas (INEOS), vencedor do Tour2018, e o ‘vice’ do ano passado, o esloveno Primoz Roglic (Jumbo-Visma) caíram, e o campeão em título, o esloveno Tadej Pogacar (UAE Emirates), perdeu tempo, o holandês Mathieu van der Poel (Alpecin-Fenix) segurou a amarela, com oito segundos de vantagem sobre o francês Julian Alaphilippe (Deceuninck-Quickstep), e 31 sobre o equatoriano Richard Carapaz (INEOS), agora terceiro.

Na terça-feira, os ‘sprinters’ têm nova oportunidade nos 150,4 quilómetros totalmente planos entre Redon e Fougères.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.