O campeão inglês inaugurou o marcador aos 47 minutos, através do defesa nigeriano Victor Moses, mas o rival londrino igualou aos 81, com um golo do bósnio Sead Kolasinac, dois minutos depois de o Chelsea ter ficado em inferioridade numérica, devido à expulsão do médio espanhol Pedro.

Os ‘gunners’ reeditaram o triunfo sobre os ‘blues’ na final da Taça de Inglaterra da época passada, por 2-1, num jogo em que o Chelsea também teve um jogador expulso, precisamente, o autor do golo marcado hoje no Estádio de Wembley, Victor Moses.

O Arsenal passou a totalizar 15 títulos na Supertaça inglesa, igualando o registo do Liverpool, ambos com menos seis do que o recordista Manchester United, que conquistou 21 troféus, enquanto o Chelsea conta apenas com quatro.

O campeão inglês parecia ter a situação controlada, mas a expulsão de Pedro, devido a uma falta dura sobre o egípcio Mohamed Elneny, desestabilizou o Chelsea, que sofreu o empate de imediato, concretizado por Kolasinac, que tinha começado o jogo no banco de suplentes.

No desempate por grandes penalidades, foram necessárias apenas sete tentativas para encontrar o vencedor, pertencendo ao avançado francês Olivier Giroud o remate decisivo.

Enquanto o Arsenal concretizou as quatro oportunidades que teve, o Chelsea só acertou na primeira, pelo defesa Gary Cahill, uma vez que o guarda-redes belga Thibaut Courtois e o avançado espanhol Alvaro Morata falharam pouco depois.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.