Cerca das 08:55 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a subir 0,17% para 353,18 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt subiam 0,21%, 0,34% e 0,22%, respetivamente, bem como as de Madrid e Milão, que avançavam 0,29% e 0,75%.

Depois de ter aberto em alta, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência e, cerca das 08:55, o principal índice, o PSI20, subia 0,27% para 4.832,10 pontos.

Além do ‘Brexit’, os investidores continuam atentos às fricções entre Itália e a Comissão Europeia e à “Black Friday”, dia em que o consumo privado dispara em todo o mundo.

Em Nova Iorque, a bolsa de Wall Street esteve fechada na quinta-feira devido ao feriado do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos.

Na quarta-feira Wall Street tinha terminado em alta ligeira, com o Dow Jones quase inalterado a cair para 24.464,69 pontos, depois de ter subido em 03 de outubro, para 26.828,39 pontos, atual máximo desde que foi criado em 1896.

O Nasdaq fechou a subir 0,92% para 6.972,25 pontos, depois de ter avançado até aos 8.109,69 pontos em 29 de agosto, atual máximo de sempre.

A nível cambial, o euro abriu em alta no mercado de divisas de Frankfurt, a cotar-se a 1,1413 dólares, contra 1,1406 dólares na quinta-feira e depois de ter descido para mínimos desde junho de 2017 no início da semana passada.

O barril de petróleo Brent para entrega em janeiro abriu hoje em forte baixa, a cotar-se a 61,78 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, menos 1,18% do que no encerramento da sessão anterior e depois de ter estado acima dos 85 dólares no início de outubro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.