Em comunicado, as Finanças avançam que até 30 de junho foram entregues 5,6 milhões de declarações de IRS pelos contribuintes, no âmbito da campanha de IRS de 2022 relativa aos rendimentos auferidos em 2021.

Do total de declarações, 32% foram submetidas através do IRS Automático e 68% foram entregues de forma manual.

Das declarações entregues dentro do prazo foram liquidadas perto de 5,3 milhões e destas 2,6 milhões corresponderam a reembolsos aos contribuintes, acrescenta o gabinete.

Foram também emitidas 1,1 milhões notas de cobrança, num total de cerca de 2,3 mil milhões de euros, sendo as restantes nulas (não havendo lugar a reembolso ou nota de cobrança).

Segundo o ministério liderado por Fernando Medina, "o prazo médio de pagamento de todos os reembolsos efetuados por transferência bancária está nos 18,9 dias".

Já os contribuintes que entregaram o IRS Automático "beneficiaram de um prazo médio de pagamento de reembolso de 12,5 dias", indicam as Finanças, salientando que "ambos os prazos médios regressaram aos níveis pré-pandemia".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.