“A Jerónimo Martins SGPS, S.A. informa que a sua subsidiária Jerónimo Martins Polska, SA (JMP) foi hoje notificada pela Autoridade Polaca da Concorrência e Protecção do Consumidor (UOKiK) de decisão que lhe aplica uma coima de 723 milhões de zlotys (equivalente a cerca de 160 milhões de euros) pela alegada prática de abuso de poder negocial em relações comerciais com fornecedores, designadamente de frutas e vegetais”, indicou, em comunicado, a dona dos supermercados Pingo Doce.

No comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Jerónimo Martins Polska informa que vai impugnar judicialmente a decisão, defendendo que esta “carece de absoluto fundamento de facto e de direito”.

No documento, a empresa garantiu ainda estar “convicta da razão que lhe assiste”.

Na sessão de hoje da bolsa, as ações da Jerónimo Martins subiram 0,52% para 14,58 euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.