Às 17:45 (hora de Lisboa), o euro negociava a 1,1105 dólares, quando na quarta-feira à mesma hora seguia a 1,1120 dólares.

O euro, que chegou a registar uma breve valorização durante a manhã, recuou após as declarações de Draghi.

Em conferência de imprensa, o presidente do BCE disse hoje que os últimos dados económicos disponíveis indicam “um enfraquecimento mais prolongado da economia da zona euro”.

Nos Estados Unidos, as encomendas de bens duradouros caíram 1,1% em setembro, mais do que se previa.

O BCE fixou hoje a taxa de câmbio de referência do euro em 1,1128 dólares.

A libra recuava face ao euro e ao dólar, depois de o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, ter anunciado, numa entrevista à BBC, que tentará convocar eleições antecipadas para 12 de dezembro, propondo em troca aos deputados mais tempo para debater a legislação sobre o ‘Brexit’.

O governo já propôs eleições legislativas antecipadas por duas vezes, em setembro, mas foi bloqueado pela oposição, pois são necessários os votos de dois terços da Câmara dos Comuns (434) para avançar.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.