“Em janeiro e fevereiro, foram abrangidas pelas prorrogações [do subsídio de desemprego] 13 mil pessoas”, afirmou fonte do gabinete da ministra Ana Mendes Godinho, acrescentando que só em janeiro 6.700 pessoas viram as suas prestações prolongadas por mais seis meses.

Segundo a mesma fonte, “as prorrogações dos subsídios de desemprego terminados a partir de 31 de dezembro e em janeiro de 2021 estão a ser pagas no corrente mês” e já foi feito o pagamento a “mais de 95% dos beneficiários a 15 de fevereiro”.

Em 26 de fevereiro será feito um novo pagamento, estando a ser pago o mês de fevereiro e o correspondente aos dias de janeiro ainda não pagos.

Estão igualmente a ser pagas as prorrogações aos beneficiários que terminam o subsídio de desemprego este mês, e que irão receber a 26 de fevereiro, afirmou o gabinete.

Em meados de janeiro, o Instituto da Segurança Social (ISS) indicou que os subsídios de desemprego terminados nesse mês seriam prolongados automaticamente por seis meses, tal como previsto, mas o pagamento só seria feito a partir de fevereiro, com retroativos.

A prorrogação dos subsídios de desemprego está prevista na lei do Orçamento do EStado para 2021 (OE2021) que entrou em vigor em janeiro.

Em 16 de dezembro, a ministra do Trabalho explicou que os subsídios serão prorrogados por seis meses de forma “automática”, não sendo necessário entregar um pedido para esse efeito.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.