O técnico dos 'dragões' elogiou o adversário alemão, lembrando que o Schalke tem vindo a justificar o estatuto de vice-campeão do seu país, e que mesmo não tendo começado bem época "tem vindo melhorar".

"É uma equipa fortíssima, tem como base um sistema tático diferente do habitual, que cria dificuldades aos adversários. Arrisco-me a dizer que amanhã [quarta-feira] vamos ter o jogo mais difícil desta fase de grupos", disse Sérgio Conceição.

O técnico do FC Porto lembrou que o único golo sofrido pela formação germânica em quatro jornadas do Grupo E foi frente aos 'dragões', no jogo inaugural, que terminou com empate 1-1, usando esse dado para antecipar as dificuldades que espera neste duelo.

"Ao contrário do que disse um comentador de polémica desportiva, que o Schalke era uma equipa mais fraca do que o Qarabag, considero que este é um adversário muito combativo e forte nos duelos. São rápidos e objetivos, e temos de estar precavidos para isso. Estamos num grupo muito equilibrado", sublinhou o treinador dos 'azuis e brancos'.

Mesmo sabendo que um empate será suficiente para o FC Porto garantir a passagem aos oitavos de final, Sérgio Conceição assegurou que o foco da sua equipa está na vitória.

"Encaramos todos jogos com mesmo propósito: ganhar os três pontos e fazer uma boa prestação. Para o jogo de amanhã [quarta-feira] mantemos essa vontade de sermos iguais a nós próprios, sabendo que a vitória nos dará o primeiro lugar", garantiu o técnico, que soma oito vitórias consecutivas.

Também na antevisão a este duelo com o Schalke 04 esteve o médio espanhol Oliver Torres, antecipando "um jogo difícil, que pode ser decidido pelos detalhes".

"Vai ser um jogo muito difícil, porque o adversário precisa de pontuar, tal como nós para garantirmos a qualificação. Estes jogos decidem-se em pequenos detalhes e temos de estar muito concentrados", analisou o médio.

Para Oliver Torres, o segredo do sucesso do FC Porto tem sido o "trabalho, concentração, rigor e ambição", predicados que diz partilhar para, nos últimos jogos, ter reconquistado uma posição mais relevantes nas escolhas de Sérgio Conceição.

"Tive muitas conversas com o treinador. Ele foi claro no que me estava a faltar para ter lugar. Tento treinar da melhor maneira, aprender e ajudar os companheiros. Para mim, jogue 10, 60, 90 ou zero minutos, vou estar sempre a dar melhor pela equipa", disse o médio espanhol.

Os 'dragões' têm a maior parte das suas opções disponíveis para este desafio, mas não podem contar com o lesionado Aboubakar, e com Soares, que não foi inscrito para esta primeira fase da Liga dos Campeões.

O FC Porto, primeiro classificado do grupo com 10 pontos, recebe esta quarta-feira o Schalke 04, segundo com oito, numa partida agendada para as 20:00, que terá arbitragem do romeno Ovidiu Hategan.

JPYG/JYA // PA

Lusa/fim

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.