Há uns anos, ouvi um indivíduo dizer o seguinte numa bomba de gasolina: “Eram 2,5 euros de gasolina na bomba dois e um maço de Marlboro”. Ri-me, em silêncio, porque estava na Repsol em frente à Cova da Moura e é preciso ter cuidado, e pensei: “Há gente com as prioridades trocadas”.

Reparem, talvez o senhor só precisasse de ir da Buraca à Reboleira para visitar o pai, doente terminal, que desejava uns últimos bafos de Marlboro antes de partir, nunca saberemos. Talvez fosse isso ou talvez fosse apenas alguém que se queixa de não ter dinheiro para o passe porque o tabaco está caro".

Lembrei-me deste episódio e dei por mim a pensar que todos nós julgamos os outros com base nas suas escolhas de vida e na forma como priorizam muitas coisas.

Uma vez, um colega meu queixou-se de que ganhava pouco, mas morava num condomínio privado e tinha acabado de comprar um Audi novo, com recurso a crédito. Ele até podia não ganhar muito bem, mas gostava de viver acima das possibilidades. Depois, era daqueles que nunca podiam ir jantar fora porque estava apertado de finanças. São gostos.

Por exemplo, moras num T0 de vinte metros quadrados arrendado na Brandoa e tens um BMW novo de 50 mil euros com uma ponteira de escape? Além de seres bimbo, na minha modesta opinião, não sabes gerir bem a tua vida. Percebo que com esse carro talvez consigas atrair alguma mulher, mas ela depois chega a tua casa e percebe que foi enganada. Se valorizas mais o carro do que a casa, é porque valorizas mais como as pessoas te vêem do que o teu conforto e estabilidade financeira.

Outra: não tens um dente da frente e tens um iPhone novo? Desces logo três degraus na minha consideração a não ser que esse telemóvel tenha acabado de ser roubado e o estejas a tentar vender para meter uma prótese dentária. Bem sei que, nos dias de hoje, dá mais estatuto um bom smartphone do que a dentição completa, mas, se vires bem, o maior uso que damos aos telemóveis é o de tirar fotografias e tu nem selfies podes tirar, a não ser que seja sempre de boca fechada.

Pedes um empréstimo para ir passar férias a Nova Iorque que ficas a pagar durante anos e andas o resto dos meses a contar os trocos no final do mês? Na minha opinião e apesar de viajar ser das coisas onde o dinheiro é mais bem investido, a meu ver, és um burro. Fosses ao Gerês ou assim, que é mais barato e mais bonito.

Escusado será dizer que tudo isto acumula: se tens um BMW novo, não tens um dente e pediste empréstimo para ir a Nova Iorque tirar uma selfie desdentada com o teu novo iPhone, és um péssimo gestor de prioridades, a não ser que te faltem dois dentes e tenhas tirado uma foto ao pé do memorial do 11 de Setembro a dizer “Fizeram-me um avião para comer a sopa e mandaram-me os dentes abaixo”. Se for isso, tens o meu respeito.

E com isto tudo, quero apenas terminar dizendo que não tenho nada a ver com onde gastam o vosso dinheiro. Detesto aquele discurso meio salazarista de “Dizem que há crise, mas os restaurantes e festivais estão sempre cheios”, estou só a dizer que vou julgar-vos pelas vossas escolhas porque julgar os outros é uma das prioridades que tenho na vida.

Sugestões e dicas de vida completamente imparciais:

Para rir: As últimas datas do meu espectáculo de stand-up comedy, Só de Passagem, no Porto e Barcelona.

Para ver: Dark, segunda temporada, estreia dia 21 de Junho.

Para comer: Bolas de Berlim do Manuel Natário, em Viana do Castelo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.