São a principal decoração na linha lateral: eles lá andam, com efeitos mais ou menos evidentes; com cores mais ou menos garridas. A gente vê um jogo de futebol e vai necessariamente olhar para eles — os anúncios naqueles painéis luminosos que muralham os relvados. Mas como se pode anunciar ali?

Agora, há uma nova forma de levar a publicidade de qualquer empresa para o centro do estádio — com preços a partir dos 500 euros. A plataforma STADS traz para Portugal uma tecnologia já usada em países como Espanha, Alemanha, Inglaterra ou Itália. Para já, dez clubes da I Liga já aderiram, desde o início deste mês.

“As empresas têm de se registar em https://stads.pt/ para que nós possamos entrar em contacto com elas. Depois de lhes darmos acesso à plataforma só têm de selecionar o jogo de futebol onde querem anunciar, o número de minutos que pretendem e carregar o conteúdo que lhes interessa transmitir. Desde o início do mês que nos apercebemos que algumas empresas, para nós muito relevantes mas de dimensão menor, como por exemplo restaurantes, não têm elementos multimédia prontos para serem transmitidos e, por isso, ajudamos também as empresas na produção e edição de conteúdos, de modo a que ninguém seja deixado de fora”, explica Filipe Magalhães, um dos representantes em Portugal da empresa israelita STADS, num comunicado.

Nesta altura, os pioneiros são o Boavista, Desportivo das Aves, Tondela, Paços de Ferreira, Gil Vicente, Moreirense, Rio Ave, Braga, Vitória de Setúbal e Vitória de Guimarães. Mas, até ao final da época a empresa acredita que mais clubes possam aderir.

“Os anunciantes vão desde negócios mais locais, como petisqueiras, a de âmbito nacional, como sites de perfumes ou marcas de casinos online”, escreve a empresa. “Esta tecnologia veio, não só dar a possibilidade às empresas de anunciar num mercado com uma audiência estimada de milhões de pessoas, mas também permitir um rendimento extra aos clubes, que sofreram fortes perdas financeiras com a paragem dos jogos devido à pandemia COVID-19”.

Mas o horizonte não tem de ser apenas os estádios em Portugal: a plataforma permite ainda que empresas portuguesas possam também comprar publicidade virtual nas ligas espanhola, alemã, italiana ou inglesa. Através desta outra tecnologia — publicidade virtual — ao escolher anunciar, por exemplo, na liga alemã a empresa vai ver o seu anúncio transmitido no conjunto de países previamente selecionados — uma vez que esta publicidade é ‘injetada’ apenas no conteúdo vídeo.

Esta firma israelita foi fundada em 2018 por um grupo de empresários ligados ao desporto e de empreendedores tecnológicos, já está presente em seis países. O antigo jogador de futebol e internacional italiano Del Piero é o rosto oficial da marca.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.