Através de uma plataforma com novas capacidades construída a partir de deep-tech, a Didimo consegue gerar avatares de corpo inteiro a partir de uma selfie e prontos a utilizar em qualquer experiência digital. Com base nessa foto, a plataforma da startup sediada no Porto gera, automaticamente, o tom de pele apropriado assim como seleciona, automaticamente, o tipo de corpo correspondente ao sexo feminino ou masculino.

Utilizando a tecnologia, que tem vindo a desenvolver há mais de uma década, para melhorar a animação facial e as relações comunicacionais, a Didimo apresenta agora os novos avatares de corpo inteiro, que são animáveis e assentam em ferramentas padrão que asseguram a adaptabilidade a qualquer plataforma. Os humanos digitais da empresa podem ser gerados em menos de 90 segundos e simplificam o design, o desenvolvimento e a interface para experiências imersivas.

O novo serviço de construção de corpo inteiro vem com uma biblioteca expandida de bens que, atualmente, inclui duas opções de guarda-roupa, para corpos femininos e masculinos, e três vezes mais opções de cabelo, um novo boné de basebol, entre outros acessórios. A spin-off da Universidade do Porto oferece, ainda, a possibilidade de exportar diferentes tipos de cabelos existentes em bibliotecas de outras plataformas, bem como outras opções de vestuário, que podem melhorar a aparência e a personalidade de cada avatar. Ao longo de 2022, serão desenvolvidas mais opções de personalização dos avatares de corpo inteiro.

“Os corpos são o nosso próximo passo na construção dos humanos digitais mais realistas. Os utilizadores da nossa plataforma podem agora selecionar um dos nossos corpos em stock, escolher entre duas opções de vestuário, carregar uma animação Mixamo e construir rapidamente uma aplicação orientada para o metaverso. Os programadores e as empresas conseguem, de forma muito simples, potenciar as experiências imersivas dos seus consumidores e levar o seu negócio ao próximo nível”, explica João Orvalho, Responsável de Tecnologia da Didimo.

Jim Franzen, Responsável de Marketing e Vendas da Didimo, acrescenta que: “os consumidores têm vindo a procurar experiências cada vez mais imersivas para compras, jogos, trabalho e entretenimento. As empresas inovadoras estão a explorar estas novas exigências, oferecendo experiências personalizadas e imersivas, como por exemplo na área de Gaming ou mesmo no metaverso. O novo e melhorado serviço da Didimo dá vida a avataresanimáveis e possibilita experiências mais realistas e gratificantes. Temos agora a capacidade de transformar, para melhor, o engagement e o retorno para as marcas”.

Sobre a Didimo:

A Didimo é a empresa líder em desenvolvimento de seres humanos digitais de alta-fidelidade. Com uma tecnologia patenteada e baseada em cloud, a Didimo consegue gerar humanos digitais, totalmente animados, customizados e prontos a usar em qualquer experiência digital.

A criação pode ocorrer a partir de uma foto, vídeo ou scan e demora cerca de 90 segundos a ficar concluída, e qualquer pessoa no mundo pode criar a versão digital mais autêntica de si – o didimo – para solucionar os desafios reais de qualquer tipo de empresa. A missão da Didimo é trazer a riqueza da comunicação humana a todas as interações online. A Didimo tem escritórios no Porto, Londres e Vancouver.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.

Um artigo do parceiro

The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt