A Dogecoin, a cripto-moeda com a cara de um cão – um famoso meme –, aumentou o seu valor em 50% depois de Elon Musk ter feito um tweet no mínimo caricato. O fundador da Tesla fez uma publicação a brincar com a cena icónica do filme "Rei Leão", em que pequeno Simba é exibido ao mundo pelo babuíno Rafiki. Nela, ao invés da cara da cria de leão estava o cão que dá cara à Dogecoin, enquanto Musk tomou a liberdade criativa de substituir a cara de Rafiki pela sua. Como legenda desta imagem, escreveu apenas "Ur welcome" (De nada), que é como quem diz "aqui têm publicidade feita na conta pessoal de um dos homens mais poderosos do mundo".

Como se este meme não fosse suficiente, Musk apimentou a situação quando disse que a Dogecoin era a "cripto-moeda do povo", "sem altos nem baixos, apenas Doge". Tudo isto depois de dizer que se queria afastar do Twitter por algum tempo. Mas porque um palco não basta, o fundador da Tesla falou sobre o assunto numa conversa na rede social Clubhouse, numa altura em que a cripto-moeda tinha subido mais de 300% para atingir um recorde histórico. Elon Musk afirmou que "o resultado mais divertido e irónico seria tornar a Dogecoin na moeda da Terra do futuro".

dogecoin foi criada em dezembro de 2013 como "a moeda digital divertida e amigável" que servia para chamar a atenção pública do potencial que a tecnologia de blockchain podia ter em diferentes indústrias. Tudo começou como uma piada, mas a "doge" começou a gerar uma comunidade de apoio ao longo dos anos que fez com que hoje em dia seja a 13.ª maior cripto-moeda, com uma valorização de mercado de cerca de 6 mil milhões de dólares. Atualmente, o valor da moeda ronda os 0,08 dólares (0,07 euros).

Mas Elon Musk não foi a única personalidade a falar da desta dogecoin. O rapper Snoop Dogg também fez um tweet, onde marcou o dono da Tesla. A publicação tinha a foto de um dos seus álbuns com a cara do meme em questão, onde o nome do artista tinha sido alterado para Snoop Doge. Já Gene Simmons, vocalista da banda Kiss, avançou na mesma rede social que tinha feito um investimento na dogecoin porque "acreditava que esta ia crescer".

A dogecoin é apenas um exemplo no que toca ao crescimento abrupto de vários tipos de cripto-moedas, mesmo durante uma pandemia mundial. Neste momento, a capitalização do mercado das cripto-moedas está avaliada em 1 trilião de dólares. A Bitcoin é responsável por 69% desse valor de mercado, sendo que no último mês cresceu cerca de 300%. Já a Ethereum, uma cripto-moeda rival rival, cresceu cerca de 600%.

Atualmente, pode dizer-se que a credibilidade e segurança que estas moedas transmitem, faz com que as empresas se sintam mais seguras a entrar por este caminho. Por exemplo: em outubro, a companhia norte-americana de pagamentos Square comprou 50 milhões de dólares em bitcoins. Esta tendência foi seguida por outras corporações e por pequenos investidores que não querem perder a possibilidade de lucrar com a subida na valorização das cripto-moedas.

Importa ainda lembrar que, em outubro do ano passado, a plataforma de pagamentos Paypal anunciou o lançamento de recursos de compra e venda de cripto-moedas. Em causa estavam as principais cripto-moedas do mercado: a bitcoin, a bitcoin cash, a euthereum e a litecoin. O mesmo serviço, anunciou ter planos de permitir transações feitas através de cripto-moedas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.

Um artigo do parceiro

The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt