As ideias

Nome: GOiN

Responsável: Hugo Castro

A ideia: O GOiN é um agregador de eventos multiplataforma focada em eventos de Arte e Cultura, Desporto e Bem-Estar e Negócio e Networking. Numa única plataforma é possível ter informação sobre todos os eventos que vão ocorrer em determinada cidade. Para além de informar, é possível comprar os bilhetes nesta plataforma, poupando assim tempo neste processo. Segundo Hugo Castro, o objetivo é conseguir dar todos os passos necessários “em dois minutos ou menos”. Uma das grandes vantagens ao utilizar o GOiN é ter a certeza que os bilhetes digitais são seguros. “Os bilhetes seguros no digital ainda são um grande problema. Vemos grandes eventos, como festivais, a recorrer aos bilhetes físicos com hologramas por causa da fraude e da clonagem. No digital nós conseguimos resolver isso: os bilhetes são encriptados com recurso a blockchain”, explica Hugo. Além de ajudar quem procura eventos, a plataforma pode também ser uma mais-valia para os organizadores, uma vez que o GOiN consegue contribuir para a promoção dos mesmos.

Nome: TripWix

Responsável: Francisco Bessa

A ideia: Viajar e encontrar uma casa de férias de luxo focada na experiência, independentemente do local, é o objetivo da TripWix. Para já, são cinco os países disponíveis: Itália, México, Portugal, Espanha e Turquia. Francisco Bessa explica o processo para que isto seja possível. “Começamos por selecionar as propriedades e depois escolhemos pessoas no destino que acolham os nossos clientes. Como são pessoas locais, conseguem proporcionar aquela experiência de vida aos clientes. É isto que vendemos: experiências espetaculares, destinos espetaculares”. Agora, a empresa procura novos investidores para avançar com o projeto.

Nome: Pet Universal

Responsável: Luís Pinto

A ideia: A Pet Universal é responsável pelo desenvolvimento, integração e implementação de sistemas de informação e aplicações para organizações, marcas ou projetos do setor animal. E para isso desenvolveram o Hopi, que permite que cada animal hospitalizado passe a ter uma ficha de internamento digital, com todos os pormenores necessários a um animal que está internado e precisa de cuidados redobrados. E mais: mesmo que o animal já tenha seguido para casa é possível enviar notificações aos donos, para que o tratamento continue a ser seguido de forma rigorosa. Além disto, esta plataforma permite também criar um relatório automático de tudo aquilo que tem de ser faturado ao cliente, o que permite uma melhor gestão por parte dos veterinários. Segundo Luís Pinto, a equipa queria ajudar todos os animais, mas perceberam que isso não ia ser possível: então o caminho seria "ajudar aqueles que os ajudam", os veterinários. Por isso, desenvolver um software de suporte para as consultas veterinárias foi a solução encontrada. "O foco é trazer a indústria 4.0 para a veterinária".


Quer conhecer mais startups que passaram pela garagem do Tim? Siga aqui a primeira temporada do Garage Pitch 901 e conheça todas as ideias participantes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.