Numa publicação no Facebook, o artista de 'street art' MrDheo conta a história de Sofia, enfermeira que inspirou o graffiti visível numa parede em Vila Nova de Gaia.

"Foi infectada em Março com o Covid-19 não num restaurante ou num bar, não num convívio com amigos ou num evento cultural ou desportivo, mas a exercer as suas funções no Hospital de S. João no Porto. A enfermeira Sofia não teve a sorte de ser assintomática, esteve infectada dois meses e enfrentou semanas longas e duras de recuperação das suas totais capacidades", pode ler-se.

MrDheo refere ainda que a enfermeira, que entretanto recuperou, já se encontra novamente a trabalhar no hospital.

"Está nas unidades de doentes com Covid-19 e de medicina, mas vestida com uma farda azul, novamente do lado de quem cuida e ajuda o próximo tantas vezes no limite da exaustão, tantas vezes prescindindo de coisas básicas que nós - do lado de cá - damos todos os dias como garantidas. A enfermeira Sofia, como tantas outras Sofias, fará - só este mês e entre outros - sete turnos de 18 horas seguidas. Ganha 7€ à hora", explica o artista.

"Esta é a minha sincera homenagem a todos os profissionais de saúde e sobretudo aos que estão literalmente na linha da frente a lutar incansavelmente contra o desconhecido para salvar a vida de tantos desconhecidos. Obrigado enfermeira Sofia, obrigado a todas as Sofias", remata.

O artista publicou ainda um vídeo em que mostra imagens no hospital e do processo de trabalho para realizar o mural em Vila Nova de Gaia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.