O mundo ficou em choque esta sexta-feira com a notícia de que o ator norte-americano Alec Baldwin matou acidentalmente a diretora de fotografia do filme que estava a rodar, ao disparar uma arma de adereço que não devia estar carregada

A vítima mortal foi identificada como Halyna Hutchins, de 42 anos, tendo os disparos ferido também o diretor do filme, Joel Souza, de 48, que foi admitido na unidade de cuidados intensivos do centro médico Christus St. Vincent, nos arredores de Santa Fé, no estado do Novo México, sudoeste dos Estados Unidos.

As vítimas foram atingidas quando "Alec Baldwin disparou uma arma de fogo utilizada para as filmagens" de Rust, tendo sido já iniciada uma investigação, segundo um comunicado do gabinete do xerife de Santa Fé.

Ainda segundo os investigadores, que se deslocaram ao local, o incidente parece ter sido causado pela utilização, como adereço, de uma arma de fogo, disparada durante uma cena do filme.

No entanto, este está longe de ser o primeiro incidente num set de filmagens a terminar da pior forma possível.

Brandon Lee (1965 - 1993)

O ator Brandon Lee, filho do falecido perito em artes marciais Bruce Lee, morreu em 1993 quando rodava um filme perto de Wilmington, na Carolina do Norte.

Lee tinha 27 anos e estava a representar uma cena do filme The Crow (O Corvo) quando foi atingido por uma bala de pólvora seca que devia fazer explodir um dispositivo instalado no seu abdómen.

Este truque, destinado a dar mais realismo à cena, falhou e Brandon Lee ficou gravemente ferido no ventre.

O ator foi transportado para o hospital de New Hanover, Carolina do Norte, onde faleceu após uma intervenção cirúrgica.

Mais tarde veio-se a descobrir que o ator tinha sido atingido por uma bala verdadeira que seria utilizada na cena seguinte e que tinha sido colocada no revólver que devia ter disparado a bala de pólvora seca.

Depois de ter contracenado ao lado de David Carradine em 1986 no filme Kung Fu: the movie e de ter tido o papel principal em 1992 no filme de artes marciais Rapid Fire, Brandon Lee estava a dar os primeiros grandes passos para vir a ser uma estrela de Hollywood.

Ken Steadman (1969 - 1996)

O ator de 27 anos Ken Steadman,  que tinha brilhado em Marés Vivas e NYPD Blue, estava a gravar o papel de protagonista na série Sliders quando no terceiro dia de filmagens do episódio "Desert Storm" ["Tempestade no Deserto"], numa das cenas em que conduzia um buggy no deserto de Victorville, na Califórnia, o veículo capotou.

O jovem Steadman foi esmagado e morreu no local.

A família entrou numa troca de acusações com a Universal/MCA Television, produtora e distribuidora, afirmando que a morte poderia ter sido evitada.

Jon-Erik Hexum (1957 - 1984)

O ator e modelo norte-americano Jon-Erik Hexum, conhecido pelos papéis em Voyagers! e Cover Up, morreu no set de filmagens da série Cover Up em 1984.

Hexum pegou por brincadeira numa das armas utilizadas pelos atores que interpretavam agentes secretos na série e simulou uma roleta russa. No entanto, o ator não sabia que estava perante uma arma verdadeira e carregada. A bala não era verdadeira, mas por ter sido disparada tão junto da cabeça perfurou o crânio e causou a Jon-Erik Hexum graves lesões no cérebro.

Ainda foi levado para o hospital, mas acabou por não resistir tendo falecido seis dias depois. Tinha apenas 26 anos de idade.

Vic Morrow (1929 - 1982)

Vic Morrow, vencedor do Emmy para melhor ator com a série Combat! em 1963, teve aquela que é considerada uma das mortes mais trágicas da história do cinema.

O acidente ocorreu durante as gravações de Twilight Zone: The Movie, um filme de Steven Spielberg de homenagem à famosa série Twilight Zone. Vic estava a representar uma situação em que, numa cena de guerra, resgatava duas crianças e levava-as para um helicóptero.

Tudo era gravado num set fechado, com explosões e chuva artificial. Uma das explosões atingiu o helicóptero e o aparelho ficou fora de controlo tendo as hélices decapitado o ator e uma das crianças de apenas sete anos. A outra criança foi esmagada.

Spielberg e o diretor John Landis foram processados.

Oliver Reed (1938 - 1999)

Nascido em 13 de Fevereiro de 1938 em Wimbledon, sul de Londres, Oliver Reed entrou em 53 filmes, entre os quais Mulheres Apaixonadas, Tommy e Oliver Twist.

Fora de cena, era conhecido como uma figura "temperamental", com algumas bem publicitadas "cenas de álcool" no currículo. Reed disse dele mesmo um dia que era "apenas um ator, não um sacerdote irrepreensível".

"Não sou um canalha, nunca magoei ninguém. Sou apenas um tipo espalhafatoso que, de quando em quando, explode", acrescentou.

Reed grava o seu papel em O Gladiador, filme que viria a vencer cinco Óscares, onde interpretava a personagem de Antonio Proximo, quando teve uma recaída após meses de sobriedade. Durante um intervalo numa tarde de gravações, a três dias da sua participação no filme ficar concluída, o ator foi para um bar em La Valetta, capital de Malta. Depois de uma tarde regada a álcool, acompanhado por um grupo de marinheiros que o reconheceu, Reed morreu a caminho do hospital cerca de 15 minutos depois de se ter sentido mal no bar.

A produção gastou três milhões de dólares para recriar a cara do ator e concluir assim o filme.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.