A presidente executiva da produtora Helsinki Filmi, à qual Karukoski pertence, confirmou na terça-feira à Associated Press que o realizador iria dirigir o filme sobre a juventude de Tolkien.

A revista ‘online’ Deadline Hollywood revelou ainda, na segunda-feira, que o guião do filme iria ser desenvolvido por David Gleeson e Stephen Beresford, mas não foram adiantados mais detalhes.

Karukoski esteve em Portugal em junho, para o Festival Novos Realizadores Novo Cinema (FEST), que se realizou em Espinho.

O mais recente trabalho do realizador finlandês, "Tom of Finland”, que se encontra nos cinemas em Portugal, segue o percurso do artista Touko Laaksonen, que criou sob pseudónimo vários quadros homoeróticos ao longo do século XX, tornando-se um ícone da arte gay.

"Dedicámos cinco anos a investigar a vida do Tom of Finland porque, embora ele seja uma referência mundial da arte gráfica e da cultura gay, poucos conhecem verdadeiramente a sua história de vida, que é extremamente interessante e se mantém inspiradora nos tempos que correm", declarou na altura o realizador, em entrevista à Lusa.

Dome Karukoski é um dos mais prestigiados realizadores filandeses, e já tinha vencido o Prémio de Melhor Longa-Metragem do FEST por "Home of the dark butterflies", em 2009.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.