“O verão chegou! Temos o prazer de anunciar que a 72.ª edição o Festival de Cannes irá decorrer entre terça-feira, 14 de maio, e sábado, 25 de maio de 2019. Anote as datas antes que se esqueça!”, lê-se numa mensagem publicada cerca das 16:30 de hoje na página oficial do festival no Twitter.

A 71.ª edição, que decorreu de 08 a 19 de maio deste ano, abriu com “Todos los saben”, do iraniano Ashgar Farhadi, e encerrou com "O homem que matou D. Quixote", o projeto de vários anos do britânico Terry Gilliam, rodado em Portugal e em Espanha.

Este ano, a Palma de Ouro foi atribuída “Manbiki Kazoku”, do japonês Hirokazu Kore-eda.

O júri, presidido por Cate Blanchett e que incluiu, entre outros, as atrizes Kristen Stewart e Léa Seydoux, decidiu atribuir o Grande Prémio a “BlacKkKlasman”, do norte-americano Spike Lee.

O Festival de Cinema de Cannes contou este ano com vários filmes portugueses, nomeadamente "Diamantino", de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt, distinguido com o Grande Prémio da Semana da Crítica, e o documentário "Chuva é cantoria na aldeia dos mortos", de João Salaviza e Renée Nader Messora, que conquistou o prémio especial do júri da secção 'Un Certain Regard', onde foi estreado.

Na Semana da Crítica esteve também a curta-metragem "Amor, Avenidas Novas", de Duarte Coimbra.

No programa dedicado aos clássicos foi exibida uma versão restaurada de "A ilha dos amores", de Paulo Rocha, e, fora de competição, estreou-se "O grande circo místico", do realizador brasileiro Cacá Diegues, rodado em Portugal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.