Em 1917, Lúcia, uma pastora de apenas 10 anos, e os seus dois primos mais novos, Jacinta e Francisco, tiveram visões da Virgem Maria, que lhes surgiu com uma mensagem de paz. As suas revelações inspiraram dezenas de milhares de fiéis que se deslocaram até Fátima, na esperança de testemunhar um milagre, mas não agradaram à Igreja nem ao Governo de Portugal, que tentaram forçá-los a recontar a sua história. O que se viveu em Fátima mudou para sempre as suas vidas...

É desta forma que a Cinemundo apresenta o filme "Fátima", que chega aos cinemas nacionais na próxima quinta-feira, 7 de outubro, e teve esta tarde a sua antestreia nacional no Centro Pastoral de Paulo VI.

Num comentário ao filme, o reitor do Santuário de Fátima, Pe. Carlos Cabecinhas, referiu que este se trata de uma peça de ficção, com "belas opções estéticas", mas que destaca, "de forma digna e íntegra, o comportamento de todos quantos se confrontaram com o acontecimento de Fátima". Além disso, frisou que o filme "mostra como é possível à humanidade acreditar na contínua intervenção divina no mundo contemporâneo em que vivemos".

"O Santuário congratula-se com todas as iniciativas e projetos independentes que veem na história e na mensagem de Fátima lugar de criação artística", referiu ainda.

Por sua vez, D. António Marto, bispo de Leiria-Fátima, afirmou que a produção "corresponde ao fundamental da história de Fátima", mostrando "ambas as posições — os que aceitam a fé e, naturalmente, aqueles que se opõem".

"No filme, tanto no início como no final, foi tocado o tema da paz, em que o povo reage em massa com essa mensagem, e não só a mensagem de paz num sentido apaziguador, mas também a paz nos corações, e isso toca, sobretudo hoje, que vivemos num mundo que se tornou palco de luta pelo poder e pela riqueza, numa indiferença globalizada, fria e insensível", apontou.

O filme "Fátima", cuja estreia foi adiada por duas vezes devido à pandemia, chega agora às salas de cinema em Portugal, França e Brasil.

Com interpretações de Harvey Keitel, Sônia Braga, Goran Visnjic, Lúcia Moniz, Marco d’Almeida e Joaquim de Almeida, o filme envolveu um total de 72 atores e 2.500 figurantes, contando ainda com banda sonora da autoria do compositor Paulo Buonvino e interpretação do tenor Andrea Bocelli.

"Fátima" foi filmado em várias localidades portuguesas: Coimbra, Fátima, Tomar e na Tapada de Mafra.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.