Paul McCartney, Billie Eilish e Eddie Vedder são alguns dos artistas que vão participar, no dia 18 de abril, na emissão global de um concerto solidário com os profissionais que lutam contra a pandemia da covid-19, anunciou esta segunda-feira a organização.

O evento que terá a curadoria de Lady Gaga visa angariar fundos para o combate à Covid-19 e vai ser transmitido em streaming e por vários canais de televisão, entre os quais a MTV Portugal (às 01h00 de 19 de abril).

O cartaz é vasto e diversificado. Alanis Morisette, Stevie Wonder, Elton John, Andrea Bocelli, Stevie Wonder, Finneas, J Balvin, Lizzo ou Maluma são outros nomes que vão participar nesta iniciativa.

A noite terá como mestres de cerimónia os apresentadores Jimmy Kimmel, Stephen Colbert e Jimmy Fallon, que terão a ajuda das personagens mais icónicas da “Rua Sésamo”.

Receba estas sugestões no seu e-mail

"Acho Que Vais Gostar Disto" é uma rubrica do SAPO24 que lhe sugere o que ver, ler e ouvir.

Se quer receber estas sugestões confortavelmente no seu e-mail, basta subscrever a rubrica em formato newsletter através deste link.

A fórmula é simples e tem resultado: cada artista atuará a partir de sua casa. Aliás, alguns dos artistas que participam no concerto, como John Legend ou Chris Martin, já atuaram online, a partir de suas casas, na rubrica "Together at Home", através do YouTube.

A BBC One transmitirá o concerto no domingo, dia 19, à semelhança da televisão irlandesa RTE. Nos Estados Unidos a emissão tem início às 17:00 de dia 18 (hora da Costa oeste), através da ABC, NBC, Viacom, CBS Networks e iHeartMedia, entre outras plataformas.

Através das plataformas digitais (e são muitas, como o YouTube, Facebook, Instagram, Twitch, Twitter, entre outras) será ainda possível, de acordo com a organização, aceder a artistas e performances adicionais de todo o mundo, além de histórias exclusivas dos heróis de saúde.

Num comunicado publicado no site da OMS, Hugh Evans, co-fundador e diretor-executivo da Global Citizen, explicou que, além honrar e apoiar "os esforços heróicos dos profissionais de saúde de todas as comunidades, o One World: Together at Home procura também funcionar como uma fonte de unidade e de incentivo à luta global contra a Covid-19". "Através da música, do entretenimento e do seu impacto,o elenco que reunimos vai celebrar, ao vivo, todos aqueles que arriscam a sua própria saúde para proteger a de todos os outros", acrescentou.

Na mesma nota, o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, disse que o concerto é "uma poderosa demonstração de solidariedade contra uma ameaça comum".

O concerto visa mobilizar contribuições para o fundo Covid-19 Solidarity Response da da Organização Mundial de Saúde, potenciado pelas Nações Unidas.

"As Nações Unidas encontram-se totalmente mobilizadas: estamos a apoiar o sistema de resposta de cada país, colocando os nossos sistemas de fornecimento e distribuição à disposição do mundo, enquanto defendemos um cessar-fogo global. Estamos, por isso, muito orgulhosos de unirmos forças com o One World: Together at Home para ajudarmos a suprimir a transmissão do vírus, minimizar os impactos socioeconómicos na comunidade global e trabalhar juntos para promover as Metas Globais para o futuro”, declara em comunicado António Guterres, Secretário-Geral das Nações Unidas. 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.