1.437.436 pessoas em Portugal já foram totalmente vacinadas contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação contra a covid-19 divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde.

Este número total representa mais  302.716 segundas inoculações em relação à semana transata. O que significa, em termos percentuais, que 14% da população residente em Portugal está completamente vacinada contra o novo coronavírus.

O mesmo documento revela ainda que 32% das pessoas já receberam a primeira dose (3.223.964, mais 285.024 do que a semana passada).

Os dados indicam ainda que, no grupo etário dos maiores de 80 anos, 89% (598.852 idosos) já recebeu as duas doses da vacina e 95% (642.013) já foi vacinado com a primeira dose.

Quanto à faixa etária entre os 65 e os 79 anos, 89% (1.429.900 pessoas) também já foi vacinado com a primeira dose, enquanto 23% (361.651) tem a vacinação completa contra a covid-19.

No que se refere às pessoas entre os 50 e 64 anos, 33% (717.587) também já recebeu a primeira toma da vacina, percentagem que baixa para os 10% (212.076) no que concerne à vacinação completa.

A região que vai mais avançada no processo é o Alentejo, que já administrou a primeira dose da vacina a 38% da população e a segunda 19%. Segue-se a região Centro (1ª: 37% | 2ª: 18%), a região autónoma da Madeira (1ª: 35% | 2ª: 13), a região Norte (1ª: 31% | 2ª: 13%), Lisboa e Vale do Tejo (1ª: 29% | 2ª: 13%), Algarve  (1ª: 28% | 2ª: 12%) e Açores  (1ª: 27% | 2ª: 11%).

Segundo a DGS, Portugal recebeu 5.197.920 vacinas, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação e pelas regiões autónomas dos Açores e da Madeira 4.686.071 doses.

Desde 13 de maio que o auto-agendamento para a vacina contra a covid-19 já está disponível a todas as pessoas com mais de 55 anos de idade, uma possibilidade que a `task force´ que coordena a logística da vacinação atribuiu ao bom ritmo de inoculações que se tem registado nas últimas semanas.

Em Portugal, morreram 17.011 pessoas dos 842.767 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

(Notícia atualizada às 22h23)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.