Em 2017 a atualidade esteve à distância de outro swipe. Mais rápida, mais mobile, das breakings news (últimas horas) às fake news (notícias falsas), o jornalismo cada vez mais digital voltou a falar e a pensar sobre si. Pelos ecrãs - dos que repousam em casa aos que nos seguem por todo o lado - assistimos aos acontecimentos que marcaram o ano.

Em 2017 levámos a língua portuguesa mais longe, pela voz de Salvador Sobral. Renovámos a fé, com a vinda do Papa Francisco até Fátima, como peregrino. Redobrámos esperanças, por aqueles que levam as quinas ao peito e o sonho nos pés rumo à Rússia.

Em 2017, o verde deu lugar ao negro e a solidariedade uniu o país. As chamas colocaram o interior no centro do debate, mostrando que ainda há muito terreno por desbravar.

Em 2017, debatemos identidades, questionámos fronteiras e colocámos barreiras. O mundo mudou, à velocidade de um míssil ou a 140 carateres de cada vez.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.