EUA

Os Estados Unidos registaram 387 mortes devido à covid-19 nas últimas 24 horas, além de 69.720 casos, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins.

Desde o início da pandemia, o país acumulou 555.381 óbitos e 30.775.094 casos da doença.

Os EUA são o país com mais mortes devido ao novo coronavírus e também com mais casos de infeção.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, previu que o país registe no total mais de 600 mil mortos devido à covid-19.

O Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde da Universidade de Washington, em cujos modelos de projeção da evolução da pandemia a Casa Branca se baseia com frequência, previu cerca de 596 mil mortes até ao início de julho.

Na campanha de vacinação, cerca de 107,5 milhões de pessoas (32,4% da população) já receberam pelo menos uma dose da vacina, das quais 62,4 milhões (18,8%) já tomaram duas doses e completaram o processo, indicaram os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) norte-americanos.

México

O México registou 252 mortes devido à covid-19 e 1.247 casos nas últimas 24 horas, disseram na segunda-feira as autoridades mexicanas.

Desde o início da pandemia, o país contabilizou 204.399 óbitos e 2.251.705 casos de covid-19.

O México é o terceiro país do mundo com mais mortes devido à covid-19, atrás dos Estados Unidos e do Brasil, sendo o 14.º mundial e em número total de casos, de acordo com a contagem independente da Universidade Johns Hopkins (EUA).

Com 126 milhões de habitantes, o país iniciou a campanha de vacinação em 24 de dezembro, tendo já administrado a primeira dose da vacina a pouco mais de nove milhões de pessoas, com mais de um milhão a receberem a segunda dose necessária para completar o processo de vacinação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.