Em declarações à Lusa, o presidente do Conselho Diretivo da ARS-N, Pimenta Marinho, destacou ainda que, “nestes dias”, existe, “em todos os agrupamentos de centros de saúde da região, “pelo menos um Centro de Saúde a funcionar com um reforço de recursos humanos e horários alargados”, destacando que estas unidades têm sempre “tempos de espera inferiores aos dos hospitais”.

“Não há nenhum caos ou alarmismo. A região Norte está preparada para responder a todas as situações. Os hospitais têm estado com capacidade de resposta, prepararam os seus planos de contingência e têm um número adequado de funcionários. Há uma absoluta normalidade na região Norte, hoje como nos últimos dias”, frisou Pimenta Marinho.

“Temos uma maior procura, alguns utentes com maior gravidade, mas existe uma absoluta normalidade e capacidade de resposta a todas as solicitações”, acrescentou.

Pimenta Marinho critica, por isso, o “alarmismo infundado” que se tem gerado em torno dos serviços de urgência.

O responsável admitiu que, na sexta-feira, houve uma “procura bastante acentuada” às unidades de saúde da região, mas tal não impediu os hospitais de “terem capacidade de responder a todas as situações clínicas”.

De acordo com o presidente da ARS-N, também “todos os centros de saúde da região foram organizados para, nestes dias, dar resposta às solicitações dos doentes”.

Em causa está um “alargamento dos horários de funcionamento dos centros de saúde” divulgado na sexta-feira e que abrange 39 unidades de cuidados de saúde primários.

Este é um dos motivos que leva o presidente da ARS-N a aconselhar quem necessita de cuidados médicos a fazer, em primeiro lugar, um contacto com o SNS 24, através do número 808 24 24 24.

“Para além de poderem aconselhar o doente relativamente a quais as medidas a tomar, têm disponíveis os horários de funcionamento dos centros de saúde, podendo fornecer indicações relativamente a qual deles fica mais próximo do utente”, descreveu o responsável.

No caso do Porto, por exemplo, o Atendimento Complementar do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Porto Ocidental está a funcionar entre as 09:00 e as 20:45, mas também entre as 20:00 e as 22:45 “durante a semana”.

Quanto ao ACES Porto Oriental, funciona entre as 09:00 e as 18:00 e, durante a semana, está aberto entre as 20:00 e as 24:00.

O Serviço de Atendimento de Situações Urgentes (SASU) do ACES de Gaia funciona, de acordo com a listagem disponibilizada pela ARS-N, entre as 09:00 e as 20:00, passando a abrir também entre as 20:00 e as 24:00 durante a semana.

Também nos SASU de Espinho e dos Carvalhos haverá atendimento até às 19:00, passando para as 24:00 durante a semana.

No Vale do Sousa Norte, em Paços de Ferreira, o SASU está aberto entre as 09:00 e as 23:00.

Quanto ao Baixo Tâmega, Amarante e Marco de Canaveses têm os SASU a funcionar entre as 09:00 e as 17:00.

Na mesma região, os Serviços de Atendimento Permanente (SAP) de Baião e Resende têm as portas abertas 24 horas por dia e o Serviço de Atendimento Complementar de Celorico de Basto opera entre as 09:00 e as 21:00.

Na zona do Douro Sul, foram alargados os horários das unidades de Armamar, Penedono, Lamego, S. João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço e Tarouca.

Em Braga, existe Atendimento Completar entre as 09:00 e as 21:00 e, “à noite, à semana”, o horário passa também a incluir o período entre as 20:00 e as 23:00.

[Notícia atualizada às 15h09]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.