Para os países garantirem a segurança hídrica necessária, um dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, é necessário “um investimento em massa" de cerca de 650 mil milhões de dólares (526,5 mil milhões de euros) por ano até 2030, realçou Benedito Braga.

"Precisamos de mais vontade política dos governos para garantirmos a segurança hídrica. Precisamos de mais financiamento para garantir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável" traçados pela Organização das Nações Unidas (ONU), disse o responsável na sessão de abertura do Fórum Mundial da Água.

O evento, que decorre até sexta-feira, em Brasília, no Brasil, reúne mais de 30 mil participantes, de diversos países, incluindo uma delegação de mais de 70 portugueses, e pretende discutir vários temas relacionados com a água, principalmente os problemas enfrentados em muitas regiões do mundo devido à sua escassez.

Benedito Braga defendeu que os países deviam entender a água como ponto central de todas as iniciativas que promovam.

Para o presidente do Conselho Mundial da Água, que organiza o Fórum, o desenvolvimento neste campo depende do envolvimento de outros setores, como a energia ou o saneamento.

"Este Fórum deve provar que a partilha de uma bacia hidrográfica não deve ser um fardo, e sim um incentivo e uma oportunidade para melhorar" a gestão da água, afirmou Benedito Braga.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.