“Fizemos a monitorização e vistoria no Tribunal de Penafiel com uma equipa de inativação de engenhos explosivos e não foi detetado nenhum objeto”, disse fonte das relações públicas da GNR do Porto, acrescentando que se deram como concluídas as diligências pelas 16:00.

A ameaça de bomba, conhecida cerca das 14:30, obrigou à retirada de todo o pessoal das instalações do tribunal, confirmou à Lusa fonte policial.

A GNR ativou uma brigada de inativação de engenhos explosivos para avaliar a situação no local e pelas 16:00 concluiu as diligências.

Em redor do tribunal, que é sede da comarca do Porto Este, foi montado um cordão de segurança, enquanto decorria a operação policial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.